Brasileiro Killys Mota tem boa atuação, mas é derrotado por Mike Hamel no card preliminar do Bellator 272

Primeiro atleta tupiniquim da noite, Mota foi derrotado após intensa luta contra norte-americano; Vinicius De Jesus também sofreu revés para Levan Chockheli

K. Mota e M. Hamel se enfrentaram no Bellator 272 Foto: Instagram

Primeiro brasileiro a lutar no card preliminar do Bellator 272, Killys Mota teve boa atuação, mas não conseguiu sair vitorioso. Após uma disputada luta contra Mike Hamel, o lutador brasileiro foi derrotado na decisão dividida dos juízes. Segundo atleta tupiniquim a pisar no cage circular, Vinicius De Jesus também sofreu revés, para o georgiano Levan Chockheli.

PUBLICIDADE:

Com o triunfo, Hamel agora possui um retrospecto de nove vitórias e cinco derrotas no MMA profissional. Por outro lado, o lutador brasileiro de 31 anos agora marca 12 resultados positivos e três negativos no esporte.

Veja Também

A LUTA

O duelo começou com o brasileiro tentando se impor, mas logo foi clinchado pelo seu adversário. Mota tomou o controle da posição e passou a tentar golpear com joelhadas. Os dois saíram do clinch e trocaram alguns golpes no centro do cage circular. Mota acertou um belo cruzado, seguido de um chute baixo. Hamel tentava acertar o brasileiro, mas era contragolpeado em todos os seus ataques. O norte-americano acertou um golpe que levou o brasileiro a flashdown, Mota se levantou rapidamente e tratou de travar o combate até o primeiro soar do gongo.

PUBLICIDADE:

Killys Mota voltou pro segundo round tentando levar Hamel para a grade novamente, mas, não obteve muito sucesso. Um golpe baixo não intencional do brasileiro paralisou o combate por alguns minutos. Mota novamente tentou quedar Mike, mas o seu oponente se mostrava arisco para não permanecer no solo. O norte-americano dominava o centro do cage, mas tinha dificuldades em achar o tempo certo para golpear o brasileiro. Os dois atletas trocaram algumas provocações, porém, sem atacarem um ao outro.

Na terceira parcial, o dois atletas começaram mais comedidos, porém, sem esperar o tempo passar. Mota era mais cauteloso e media bastate a distância antes de atacar, já Hamel era mais rápido na hora de golpear. Os dois atletas foram para o clinch, mas não ficaram muito tempo. Hamel tentou um chute alto mas levou um cruzado de contragolpe do atleta tupiniquim. Os dois lutadores diminuiram o intenso ritmo dos dois primeiros rounds. Killys levou Mike para o clinch novamente e conseguiu travar o norte-americano. Sem interesse em lutar mais, Mota ‘segurou’ o combate na grade até o último soar do gongo e recebeu sonoras vaias do público ao término do combate.

PUBLICIDADE:

Alexander Shabliy domina Bobby King na luta agarrada e vence por pontos

A. Shabliy x B. King Foto: Instagram

PUBLICIDADE:

O combate que fechou o card preliminar do Bellator 272 foi um verdadeiro ‘monólogo russo’. Com um ‘baile’ na luta agarrada, Alexander Shabliy dominou Bobby King durante praticamente todo o duelo e mesmo com vaias do público, saiu vencedor na decisão unânime dos juízes.

Considerado um interessante prospecto da divisão dos leves (até 70,3kg), Shabliy aumentou o seu recorde no MMA para 21 vitórias e três derrotas. O norte-americano Bobby King teve a sua sequência de quatro resultados positivos quebrada e agora ostenta o cartel de 10 triunfos e quatro reveses.

Com terceiro round estratégico, Kai Kamaka III derrotou John De Jesus por pontos

J. De Jesus x K. Kamaka III Foto: Instagram

O combate entre John De Jesus e Kai Kamaka entregou um alto nível de trocação dos dois pesos penas (até 65,7kg)d durante os dois primeiros rounds.. Ambos os lutadores mantiveram o duelo em pé, com boas combinações, estratégias afiadas e um knockdown para cada lado. Durante o terceiro round, Kamaka mudou o nível do confronto e derrubou o seu oponente. Sem ser agressivo, Kai manteve John por baixo e usava o ground and pound apenas para pontuar, sem muita contundência. O duelo terminou sob vaias do público presente na Arena.

Kai Kamaka agora marca 10 vitórias e quatro derrotas no MMA profissional, já seu rival John De Jesus passa a ostentar o cartel de 14 triunfos e 10 reveses no esporte.

Em combate morno, Levan Chokheli derrotou Vinicius de Jesus na decisão dos juízes

L. Chokheli x V. De Jesus Foto: Instagram

Segundo brasileiro a pisar no cage circular, Vinicius de Jesus travou um combate pouco animado, porém, bastante movimentado contra o georgiano Levan Chockheli. Com os dois atletas buscando bastante a luta agarrada, o duelo transcorreu no chão durante a maior parte do tempo. Após os 15 minutos previstos, Chockheli venceu o duelo na decisão unânime dos juízes.

Levan melhora seu incrível cartel e agora passa a ter 10 vitórias e uma derrota no MMA profissional. Já Vinícius, passa a obter a triste marca de três reveses consecutivos e agora marca 9 resultados positivos e quatro negativos no esporte.

Após incrível batalha, Spike Carlyle vence Dan Moret por finalização

D. Moret x S. Carlyle Foto: Instagram

Não faltou emoção e adrenalina no combate entre Spike Carlyle e Dan Moret. Com direito a alternância de domínio, tentativas de finalização e uma quase interrupção no final do segundo assalto. Após dois rounds e meio de uma intensa ‘guerra’, Spike Carlyle pegou as costas de Moret e encaixou um lindo mata-leão. Mesmo acuado, Dan não bateu em desistência e forçou o árbitro a interromper  o combate.

Após a incrível batalha, Spike Carlyle passa a marcar 13 vitórias e três derrotas no esporte. Já o seu oponente Dan Moret, agora possui um retrospecto de 15 triunfos e sete reveses no MMA profissional.

Kyle Crutchmer anula Oliver Enkamp e vence por pontos na abertura do card

O. Enkamp x K. Crutchmer Foto: Instagram

O duelo que abriu a noite de lutas foi válido pela divisão dos meio-médios (até 77,1kg). Kyle Crutchmer mostrou um eficiente jogo de luta agarrada e anulou o bom striker Oliver Enkamp, que teve pouquíssimo espaço para mostrar sua principal qualidade. Após 15 minutos, os juízes laterais decretaram vitória de Crutchmer por decisão unânime.

Com o triunfo, Kyle Crutchmer agora possui um cartel de oito vitórias e apenas uma derrota no MMA profissional. Por outro lado, Enkamp vê a sua sequência positiva de três vitórias ser quebrada e agora marca 10 resultados positivos e três negativos no esporte.

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico