Após derrota para Weidman, Anderson revela: ‘Não luto mais pelo cinturão’

Abatido, brasileiro falou até em aposentadoria, durante entrevista concedida dentro do octógono

Ex-campeão A. Silva (foto) não quer revanche contra C. Weidman. Foto: UFC/Divulgação

Ex-campeão A. Silva (foto) não quer revanche contra C. Weidman. Foto: UFC/Divulgação

Após sofrer uma das derrotas mais surpreendentes da história do Ultimate, o brasileiro Anderson Silva fez uma revelação importante ainda no octógono do UFC 162. Sob vaias, durante entrevista concedida após o combate, Anderson declarou que não vai mais disputar o cinturão dos médios da organização – contrariando o presidente Dana White, que já havia garantido uma revanche imediata em caso de derrota do Spider.

“Não, Chris é o campeão agora. Eu não luto mais pelo cinturão. Eu tive o cinturão por muito tempo, estou cansado. Agora eu vou descansar, vou ficar com a minha família. Chris é o campeão agora, ele merece o respeito pessoal”, disse o brasileiro, que afirmou que não está se aposentando, mas posteriormente, em entrevista ao canal “Combate”, não negou a possibilidade.

Em tom de despedida, Anderson também dirigiu palavras aos presentes e aos dirigentes do Ultimate. “Eu trabalhei duro para essa luta. Eu respeito todos os fãs do UFC, o povo dos Estados Unidos. Eu preciso dizer muito obrigado aos irmãos Fertitta, Dana White e Joe Silva. Chris Weidman é o novo campeão porque ele é o melhor agora. Eu trabalhei duro, mas ele venceu”, disse Anderson.

Anderson Silva perdeu o título dos médios do Ultimate para o norte-americano Chris Weidman após ser nocauteado no segundo assalto da luta principal do UFC 162, em Las Vegas (EUA). Anderson foi o campeão da divisão até 84 kg entre o dia 14 de outubro de 2006 e a noite deste sábado (6). A derrota interrompeu uma série de 16 vitórias consecutivas do Spider pela organização e impediu que o brasileiro chegasse à sua décima primeira defesa de cinturão consecutiva.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

6 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Diego
7 anos atrás

Uma vergonha para o Brasil,em pleno feriado americano o Anderson vendeu o cinturão, ta com o .. cheio de dinheiro!!

Jean
Jean
7 anos atrás

STAVA SUPER EMPOLGADO, TENHO TV POR ASSINATURA, MAS O MEU PLANO Ñ COBRE O CARD PRINCIPAL , QUASE COMPREI APENAS PARA PODER ACOMPANHAR, MAS PREFERI ENTÃO ESPERAR, ESSA OUTRA FARÇA QUE EH A GLOBO, QUE FINGE ESTAR AO VIVO, NEM ENTREI NA NET PORQ QUERIA VER A LUTA NA INTEGRA, MAS QUANDO VI A CARA DO CLEBER MACHADO E DO CIGANO , PERCEBI QUE ALGO DE DESAGRADANTE TINHA ACONTECIDO, ENTÃO COMEÇOU A LUTA, E VI DO COMEÇO ATÉ A ENTREVISTA APOS A LUTA, O IMBECÍL, FANFARRÃO, OTÁRIO E OUTRAS QUALIDADE A MAIS A ESSE LUTADOR, QUE ENVERGONHOU O BRASIL, PORQ… Read more »

MARCIO
MARCIO
7 anos atrás

so pele e brasileiro vai pra fora e nao si vende

Jones
Jones
7 anos atrás

O Anderson entregou a luta. Assisti desde o primeiro minuto, o Anderson não estava lutando, ele não queria continuar como campeão e achou correto “dar” o cinturão para o lutador mais justo e descente da atualidade dentro do MMA, desta forma fugiu da luta contra Jon Jones, já que se perdesse estaria livre. Também acredito que foi tudo armado (entre White e Anderson), estava claro, o Anderson parecia que estava brincando com uma criança, perdeu porque quis.

MATUBA
MATUBA
7 anos atrás

De alguém que já lutou…

A luta não foi vendida, simplesmente a idade, o excesso de confiança e até a arrogância ficaram entre Anderson e o combate. Não existem duvidas que ele ainda é o melhor, porem se ele não recuperar o cinturão ou não vencer a super-luta(esta sim eu tenho minhas duvidas), infelizmente o que maioria no resto do mundo ira falar será a forma que lutou e perdeu neste ultimo sábado.

Ademir Ferreira
Ademir Ferreira
7 anos atrás

Para quem estava com o cinturão há muito tempo não poderia perder daquele jeito. Infelizmente não era o Anderson Silva que conhecemos.