Georges St. Pierre vai pagar do próprio bolso exame antidoping dele e de Hendricks

Lutador diz estar disposto a acabar com as críticas de Nick Diaz, que o campeão luta sob efeitos de esteroides

GSP (foto) vai bancar o exame antidoping para a luta principal do UFC 167. Foto: Josh Hedges/UFC

GSP (foto) vai bancar o exame antidoping para a luta principal do UFC 167. Foto: Josh Hedges/UFC

Depois de ter sido acusado por Nick Diaz de estar “cheio de esteroides anabolizantes”, o canadense Georges St. Pierre decidiu colocar um ponto final nas dúvidas. Para seu duelo contra Johny Hendricks, em novembro, GSP vai se submeter a um teste mais rigoroso do que o feito por padrão pelas comissões atléticas. E mais, ele vai pagar do próprio bolso as despesas do exame adicional.

“Estou pronto para pagar pelos nossos testes porque eu sou o campeão”, disse. “Vai sair da minha bolsa, vou pagar porque sou o campeão. Por isso que estou preparado. Estou preparado para fazer isso, é um ponto que eu quero fazer”, disparou GSP, ao site MMA Fighting. O lutador também será submetido ao exame padrão aplicado pela comissão atlética responsável.

Georges St. Pierre irá colocar o cinturão dos meio-médios (até 77 kg.) em jogo contra Johny Hendricks na luta principal do UFC 167, evento que acontece dia 16 de novembro, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments