Sheila Gaff é a primeira lutadora demitida pelo UFC

Com duas derrotas em igual número de lutas, alemã já deu declaração como ex-lutadora do UFC

A alemã S. Gaff (dir.) foi a primeira lutadora a ser cortada do UFC. Foto: Agência Reuters

A alemã S. Gaff (dir.) foi a primeira lutadora a ser cortada do UFC. Foto: Agência Reuters

A única categoria feminina em ação no UFC, com limite até 61 quilos, ainda é pequena, já que menos de quinze lutadoras fazem parte do plantel. A partir desta semana, a divisão tem uma atleta a menos. A alemã Sheila Gaff foi a primeira lutadora do Ultimate a perder o emprego.

A informação da demissão de Gaff foi divulgada pelo site alemão Ground And Pound e ainda não foi oficializada pelo UFC (o perfil da lutadora ainda consta no site oficial da organização). Porém, a própria Gaff deu uma declaração lamentando por não ter conseguido mostrar aos fãs todo seu potencial.

Gaff foi a segunda mulher a disputar duas lutas no UFC. Na estreia, ela foi derrotada pela medalhista olímpica de wrestling Sara McMann por nocaute técnico durante o UFC 159. A alemã voltou ao octógono no Rio de Janeiro, no último dia 3 de agosto, quando voltou a ser nocauteada, desta vez por Amanda Nunes, no card preliminar do UFC 163, o UFC Rio 4.

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments