Ariane Sorriso é dominada por Lupita Godinez e vê sua sequência de vitórias ser quebrada no UFC 274

A brasileira não resistiu ao jogo de quedas da sua rival, foi presa fácil do início ao fim e volta a ser derrotada após dois triunfos seguidos

L. Godinez venceu A. Sorriso de forma dominante no UFC 274 Foto: Divulgação/UFC

A brasileira Ariane Sorriso viu a sua sequência de vitórias ser freada no UFC 274. Na noite desse sábado (07), a peso palha (até 52,2kg) foi dominada pela mexicana Lupita Godinez que saiu vitória na decisão unânime dos juízes. O espetáculo aconteceu no Footprint Center, em Phoenix, Arizona (EUA).

PUBLICIDADE:

Representante do México na maior organização de MMA do mundo, Lupita emendou a sua segunda vitória seguida na empresa e vai se destacando na divisão até 52,2kg. Godinez agora possui um cartel de oito triunfos e três reveses como atleta profissional.

Embalada por dois resultados positivos, Ariane não teve uma boa noite de desempenho e viu sua sequência invicta ser quebrada. A atleta tupiniquim agora marca 14 triunfos e dois reveses no esporte.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A Luta

Ariane começou a luta já tentando pressionar Godinez, que rebateu com um golpe e logo entrou em queda para derrubar a brasileira. Por cima, a mexicana tentou catar o pescoço da brasileira, que resistia, mas não conseguia sair do controle da sua rival. Ariane conseguiu ficar de pé, mas, por poucos segundos. Logo, a mexicana partiu para as costas e passou a tentar o estrangulamento. A pressão de Lupita era intensa e a brasileira, apesar de tentar, seguia sendo dominada pela luta agarrada da sua adversária. Ainda por cima, Godinez perdeu a pegada da finalização mas seguia golpeando com socos e joelhadas.

A pressão era intensa para cima de Ariane, que não encontrava solução para sair do jogo de controle posicional de Lupita. O soar do gongo ao fim do primeiro round foi um alívio para a atleta tupiniquim. Sorriso voltou para o segundo assalto tentando manter a luta em pé, mas conseguiu resistir pouco mais de 30 segundos antes de receber um cruzado no rosto e ser quedada novamente pela mexicana. Uma chuva de cotoveladas aplicada por Godinez, deixou a interrupção do combate bem próximo, mas a brasileira conseguiu sobreviver.

PUBLICIDADE:

Lupita tentou pegar as costas de Ariane, mas desistiu e voltou a ficar por cima. Godinez seguiu dominando a brasileira, que continuava de costas para o chão e variava entre socos e cotoveladas, que maltratavam o rosto da atleta tupiniquim. A mexicana encaixou um katagatame mas Sorriso foi guerreira e resistiu para não ‘batucar’. O segundo round se encerrava com mais um passeio da rival de Ariane.

PUBLICIDADE:

Na terceira parcial, Godinez não quis correr o risco de perder a vantagem conquistada e quedou a brasileira logo nos primeiros segundos. Ariane conseguiu levantar novamente, mas, logo em seguida, levou uma queda cinematográfica de sua rival. Godinez seguiu o ‘protocolo’ dos dois primeiros rounds e mesmo sem tentar uma finalização dessa vez, seguiu pontuando e golpeando a brasileira de forma tranquila, até o último soar do gongo.

Journey Newson bate estreante Fernie Garcia por pontos

J. Newson foi o primeiro vencedor do UFC 274 Foto:Divulgação/UFC

Abrindo a noite de lutas do UFC 274, os atletas da divisão dos galos (até 61,2kg) entregaram um duelo tenso, porém, animado. Enquanto Garcia dominava o centro do cage e era mais agressivo, Newson usava mais os contragolpes e aproveitava as brechas dadas pelo seu rival para atacar. No fim, vitória de Journey Newson na decisão unãnime dos juízes.

Com o triunfo, Newson respira mais aliviado no Ultimate e volta a vencer após três lutas com resultados ruins. O norte-americano agora possui um retrospecto de 10 vitórias e três derrotas como profissional de MMA.

Oriundo do ‘Contender Series’, Fernie Garcia não teve a sua estreia dos sonhos na organização. O atleta de 30 anos agora marca 10 triunfos e dois reveses no esporte.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276