Kleydson Rodrigues mostra personalidade na estreia, mas é derrotado em batalha equilibrada no UFC 274

Representante dos moscas, brasileiro vive ‘guerra’ no octógono e é superado por CJ Vergara na decisão dividida dos juízes

K. Rodrigues aplica soco giratório em C. Vergara. Foto: Reprodução/Twitter @ufc

Em sua primeira luta como atleta do Ultimate, Kleydson Rodrigues mostrou personalidade, mas não conseguiu a sonhada vitória no UFC 274, realizado neste sábado (7), em Phoenix (EUA). Adversário de CJ Vergara no card preliminar, o peso mosca (até 56,7g.) teve bons momentos, mas não conseguiu convencer a maioria dos juízes após três rounds de luta. Ao fim de 15 minutos, o norte-americano foi declarado vencedor na decisão dividida.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Revelado pelo ‘Dana White’s Contender Series’, Kleydson, de 26 anos, acabou sofrendo sua segunda derrota como profissional no MMA. Antes do confronto deste fim de semana, o representante da ‘Team Nogueira’ acumulava seis vitórias consecutivas.

Promessa da divisão liderada por Deiveson, Vergara respira aliviado. Com a vitória, o atleta conseguiu vencer a primeira na organização. Em seu debute, o lutador havia sido superado por Ode Osbourne.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou com o brasileiro tomando a iniciativa com um chute baixo, seguido de um cruzado. Vergara respondeu com um cruzado, que entrou limpo no rosto de Kleydson. O combate tinha tons de agressividade, com os lutadores medindo forças próximos ao centro do octógono. Rodrigues seguia apostando nos ataques na base do oponente, mas CJ continuava caminhando para frente e buscava pressionar o tupiniquim contra as grades. Passado pouco mais de um minuto de combate, o brasileiro se aproveitou de um descuido do adversário e aplicou uma ótima queda. Vergara fez força e conseguiu ficar de pé. O amapaense, no entanto, não desgrudava do rival. Perto da metade da luta, CJ conseguiu se desvencilhar e o duelo voltou a ser disputado no centro do octógono. O embate decorria com grande técnica apresentada pelos atletas na trocação. Quando o brasileiro atacava, o norte-americano não o deixava sem resposta. Nos segundos finais, Kleydson lançou um chute na linha de cintura, mas não havia mais tempo.

Na segunda etapa, Vergara conectou um chute na linha de cintura de Kleydson, que obrigou o brasileiro a caminhar para trás. Aproveitando o bom momento, o norte-americano partiu para cima e conseguiu levar o combate para o chão. Por baixo, o brasileiro tentava impedir as transições do adversário, mas o cenário era tenso. Com quase dois minutos de disputa, a vantagem seguia de Vergara, que castigava o tupiniquim no ground and pound. Pressionado contra as grades, Rodrigues não encontrava espaço para se levantar, e era vítima dos ataques do adversário. Com pouco mais de um minuto para acabar a etapa, CJ continuava em posição de domínio, enquanto o amapaense apenas se protegia. Nos segundos finais, Vergara conseguiu a montada, chegou às costas, mas Rodrigues conseguiu uma bela reversão. O brasileiro ficou de pé e passou a agredir o oponente na trocação. O público aplaudia a atuação dos lutadores, mas cronômetro zerou.

PUBLICIDADE:

O round decisivo começou com Vergara caminhando para frente, e lançando chutes e jabs. O brasileiro respondeu com um soco rodado, que passou no vazio. Com pouco mais de um minuto, Kleydson conectou um direto de direita, que explodiu no rosto do oponente, mas CJ não deixava de caminhar em direção ao amapaense. Passados quase dois minutos, Rodrigues surpreendeu e ensaiava uma chave de panturrilha. No chão, a situação era dramática para Vergara, que tentava se desvencilhar. Perto do minuto final, CJ conseguiu sair da posição e o embate voltou a ser disputado de pé. Os lutadores partiram para a trocação franca e mesmo aparentemente cansados, seguiam lançando ataques. A luta acabou com o brasileiro pressionado o adversário contra as grades.

PUBLICIDADE:

Confira as estatísticas do UFC 274

Resultados do UFC 274

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília)

Peso leve: Charles do Bronx derrotou Justin Gaethje por finalização (mata leão) aos 3m22s do R1

Peso palha: Carla Esparza derrotou Rose Namajunas na decisão dividida dos juízes (47-48, 49-46, 48-47) – Luta pelo cinturão

Peso leve: Michael Chandler derrotou Tony Ferguson por nocaute (chute) aos 17s do R2

Peso meio-pesado: Ovince St-Preux derrotou Maurício Shogun na decisão dividida dos juízes (28-29, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio: Randy Brown derrotou Khaos Williams na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR (18h30, horário de Brasília)

Peso meio-médio: Francisco Massaranduba derrotou Danny Roberts na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 29-28)

Peso pena: Macy Chiasson derrotou Norma Dumont na decisão dividida dos juízes (30-27, 28-29, 30-27)

Peso mosca: Brandon Royval finalizou Matt Schnell com uma guilhotina a 2m14s do R1

Peso pesado: Blagoy Ivanov derrotou Marcos Pezão na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: André Fialho derrotou Cameron VanCamp por nocaute (socos) aos 2m35s do R1

Peso mosca: Tracy Cortez derrotou Melissa Gatto na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: CJ Vergara derrotou Kleydson Rodrigues na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha: Lupita Godinez derrotou Ariane Sorriso na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-26)

Peso galo: Journey Newson derrotou Fernie Garcia na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276