AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Em duelo equilibrado, Melissa Gatto é derrotada por Tracy Cortez e perde sua invencibilidade no MMA

Brasileira tem bons momentos, mas amarga o primeiro resultado negativo da carreira no UFC 274

M. Gatto foi derrotada por T. Cortez no UFC 274 Foto: Divulgação/UFC

Na noite desse sábado (07), a brasileira Melissa Gatto perdeu sua invencibilidade no MMA profissional. No card preliminar do UFC 274, a peso mosca (até 56,7kg) fez um confronto equilibrado com a norte-americana Tracy Cortez mas foi derrotada na decisão unânime dos juízes. O duelo aconteceu no Footprint Center, em Phoenix, Arizona (EUA).

PUBLICIDADE:

A derrota para Cortez representou o fim da sequência de vitórias que Melissa ostentava desde o início da sua carreira. Com oito triunfos e dois empates, a brasileira sente pela primeira vez o ‘gosto amargo’ de ver sua rival ter a mão levantada na sua frente.

Tracy Cortez, segue sem saber o que é derrota com as luvas do Ultimate e marca sua quarta vitória seguida na empresa presidida por Dana White. Com nove triunfos e apenas um revés como atleta profissional, a namorada do peso pena (até 65,7kg) Brian Ortega vai se consolidando com um grande nome da divisão.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A luta

O duelo começou com muito estudo e poucas trocas de golpes por parte das duas atletas. Ainda no primeiro minuto, Cortez botou para baixo e quedou a brasileira. Mesmo por baixo, Melissa mostrava uma guarda ativa e tentava pegar o braço da sua rival. Tracy logo viu o perigo que corria e voltou a ficar de pé. A brasileira quedou a sua adversária, foi para as costas e partiu para catar o braço de Tracy. A norte-americana resiste e passa a ficar por cima na montada. Melissa seguia com uma guarda bastante ativa, enquanto Cortez, mesmo por cima, não conseguia atacar com muita liberdade. As duas atletas ainda foram para a grade mas o round inicial se encerrou.

As duas lutadoras voltaram para a segunda parcial tentando a trocação, mas a brasileira logo tentou entrar em queda e colou Cortez junto à grade, porém, sem muito sucesso. Melissa acertou uma boa combinação e entrou em queda novamente. Nas costas da norte-americana, a atleta tupiniquim seguia buscando uma finalização. Cortez ficou de costas para a brasileira e foi castigada por uma chuva de socos. Em uma brecha da sua rival, Gatto quase pegou o braço de Tracy novamente, mas sua adversária conseguiu escapar.

PUBLICIDADE:

Na última etapa do duelo, foi Tracy quem tomou a iniciativa da queda e passou a tentar investir no ground and pound. A norte-americana tinha muitas dificuldades para controlar a brasileira no solo. Melissa seguia dando trabalho para a sua rival mesmo estando por baixo, tentando catar os braços e as pernas da sua rival para conseguir uma finalização. As duas lutadoras se embolaram no chão e Tracy consegue a montada na brasileira. Cortez passou a golpear a brasileira de forma impiedosa e Melissa seguia tentando sobreviver nos segundos finais. Gatto terminou o round, literalmente, salva pelo gongo.

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC 274

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília)

Peso leve: Charles do Bronx x Justin Gaethje – Luta pelo cinturão

Peso palha: Rose Namajunas x Carla Esparza – Luta pelo cinturão

Peso leve: Michael Chandler x Tony Ferguson

Peso meio-pesado: Maurício Shogun Ovince St. Preux

Peso meio-médio: Randy Brown x Khaos Williams

CARD PRELIMINAR (18h30, horário de Brasília)

Peso pena: Macy Chiasson x Norma Dumont

Peso meio-médio: Francisco Massaranduba x Danny Roberts

Peso mosca: Brandon Royval x Matt Schnell

Peso pesado: Blagoy Ivanov x Marcos Pezão

Peso médio: André Fialho derrotou Cameron VanCamp por nocaute (socos) aos 2m35s do R1

Peso mosca: Tracy Cortez derrotou Melissa Gatto na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: CJ Vergara derrotou Kleydson Rodrigues na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha: Lupita Godinez derrotou Ariane Sorriso na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-26)

Peso galo: Journey Newson derrotou Fernie Garcia na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276