Marcos Pezão é derrotado por Blagoy Ivanov no UFC 274 e perde chance de entrar no top 15 dos pesados

Peso pesado brasileiro começou bem, mas cansou e acabou derrotado pelo búlgaro na decisão unânime dos juízes

B. Ivanov derrotou M Pezão no UFC 274 (Foto: Instagram/UFC)

A sina dos brasileiros no UFC 274 não teve fim com Marcos Pezão. O peso pesado (até 120,2 kg) brasileiro foi superado por Blagoy Ivanov na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28) e perdeu a chance de entrar no top 15 da divisão. Pezão fez um bom primeiro assalto, mas demonstrou cansaço no restante da luta e acabou derrotado.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A vitória interrompe a sequência de duas vitórias de Marcos Pezão no UFC. O brasileiro de 36 anos não perdia desde novembro de 2020, quando foi superado por Alexandr Romanov.

Do outro lado, Blagoy Ivanov volta a vencer após duas derrotas consecutivas. Décimo quinto colocado no ranking, o búlgaro não vencia desde junho de 2019, quando bateu Tai Tuivasa no UFC 238.

PUBLICIDADE:

A LUTA

Marcos Pezão iniciou a luta assumindo o controle do centro do octógono e arriscando um chute alto, que ficou na guarda de Blagoy Ivanov. O brasileiro soltou mais dois chutes baixos no vazio, seguido de duas ponteira na linha de cintura do búlgaro. Na sequência, Pezão acabou acertando um golpe baixo em Ivanov e a luta foi interrompida por alguns segundos. Em mais um chute do brasileiro, Ivanov aproveitou para ir pra cima, mas não conseguiu conectar nenhum golpe. Pela primeira vez na luta, o brasileiro optou pelos punhos e soltou uma forte combinação, bem defendida pelo búlgaro. Mais rápido, o brasileiro conseguiu conectar dois bons golpes de esquerda. Em uma investida de Ivanov, Pezão conectou mais um cruzado de esquerda, mas o búlgaro absorveu bem. Os dois tiveram alguns momentos de trocação franca na curta distância. Em uma tentativa de ponteira de Pezão, Ivanov agarrou a perna do brasileiro e tentou a queda. Pezão conseguiu ficar em pé, mas de costas na grade. O brasileiro conseguiu girar e sair da pressão do búlgaro, retornando ao centro do octógono. Os dois trocaram golpes limpos no momento que o gongo soou.

Blagoy Ivanov começou o segundo round andando para a frente, buscando o clinch e colocando o Marcos Pezão de costas na grade. O brasileiro conseguiu se soltar e voltar ao centro do octógono. O búlgaro tomou a iniciativa da luta, mas foi respondido com bons contragolpes de Pezão. Ivanov tentou a queda, Pezão defendeu, mas ficou exposto e recebeu um bom cruzado do búlgaro. Ivanov conectou um bom direto de esquerda no brasileiro, que demonstrava cansaço. Os dois trocaram cruzados limpos, mas depois passaram alguns minutos no clinch. Com as costas na grade, Pezão recebeu uma boa sequência de jab e direto do búlgaro. Nos últimos segundos do round, Pezão conectou um bom cruzado no rosto de Ivanov, que balançou, mas não caiu.

PUBLICIDADE:

Pezão iniciou o terceiro round apostando nos jabs. Andando para frente, Ivanov cruzou bem no rosto do brasileiro, que atacou a cintura do búlgaro e o colocou de costas na grade. Pezão ameaçou um double leg, mas deixou o pescoço exposto para o búlgaro, que esboçou uma guilhotina. Devido à falta de combatividade, o árbitro separou os dois. Mais confiante na trocação, Ivanov voltou a cruzar bem com as duas mãos e foi novamente agarrado pelo brasileiro. Desta vez, o búlgaro conseguiu reverter a posição e ficar por fora no clinch. Na saída do clinch, Ivanov soltou um upper e um cruzado. Cansados, os dois lutadores não apresentavam a mesma pressão e velocidade nos golpes. Na reta final da luta, Marcos Pezão conseguiu erguer Blagoy Ivanov e colocar o búlgaro sentado no chão antes do soar do último gongo.

PUBLICIDADE:

Confira as estatísticas do duelo entre Marcos Pezão e Blagoy Ivanov

Com cruzado ‘destruidor’, André Fialho bate Cameron VanCamp por nocaute no primeiro round

A. Fialhou nocauteou C. VanCamp no UFC 274 (Foto: Instagram/UFC)

Na quinta luta do UFC 274, válida pela divisão dos meio-médios (até 77 kg), André Fialho deu show e nocauteou Cameron VanCamp em pouco mais de dois minutos de combate. Após um começo equilibrado, o lutador português foi paciente e encontrou o tempo certo para, com um cruzado de esquerda limpo, levar o norte-americano a nocaute.

A vitória sobre Cameron VanCamp foi a segunda consecutiva de André Fialho no UFC e também o segundo nocaute no primeiro round. O português se recuperou da derrota sofrida na estreia, contra o brasileiro Michel Pereira.

Do outro lado, Cameron VanCamp estreia com derrota no Ultimate. Além disso, o resultado encerra uma série de vitórias do norte-americano que já durava quatro lutas.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano