Lutador com autismo, Bernardo Graff dá show, ‘apaga’ adversário no Big Shot 3 e amplia invencibilidade no MMA

Adversário de Matheus Pereira, catarinense de 21 anos brilha e vence no primeiro round no evento deste sábado

B. Graff foi destaque no Big Shot 3. Foto: Reprodução/YouTube SUPER LUTAS

Mais uma luta, mais um show. Representante da equipe RFA, Bernardo Graff, que faz parte do ‘Transtorno do Espectro Autista’ (TEA) segue invicto em sua trajetória no MMA. Um dos destaques do Big Shot 3, o atleta de 21 anos não tomou conhecimento de Matheus Pereira e ‘apagou’ o adversário com um mata-leão logo no primeiro round.

PUBLICIDADE:

Com a vitória, Graff segue sem saber o que é perder nas artes marciais mistas. Agora, o catarinense soma três resultados positivos em sequência.

Em seu último compromisso, Bernardo mostrou que também tem qualidades na luta franca. Contra Jean Silva, em janeiro de 2022, ‘Bê’ venceu por nocaute, também no primeiro assalto.

PUBLICIDADE:

A nova apresentação de Graff também é digna de elogios ao Big Shot, que dá show de inclusão. A peleja marcou a segunda apresentação do lutador na companhia.

Após o novo resultado positivo, Bernardo recebeu um cinturão do evento. O atleta não escondeu a emoção e vibrou muito sobre o cage.

PUBLICIDADE:

A luta

Logo nos segundos iniciais, Graff mostrou que gostaria de liquidar a fatura na via rápida. Agressivo, o catarinense lançava ataques na longa distância e pontuava contra Matheus. Bernardo chegou a ser derrubado, mas impediu os avanços de Pereira após tentar encaixar uma guilhotina. O embate voltou a ser disputado de pé, mas ‘Bê’ logo mostrou a eficiência de seu jiu-jitsu, encaixando nova guilhotina. Desta vez, o adversário sentiu a pressão, mas optou por não bater em desistência. Com a posição firme, Pereira acabou ‘apagando’, decretando, então, o triunfo de Graff.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano