Douglas Lima é anulado por Jason Jackson no Bellator 283 e perde quarta luta seguida

Ex-campeão dos meio-médios, brasileiro vai mal, perde para Jason Jackson e se complica na companhia

J. Jackson superou D. Lima no Bellator 283. Foto: Reprodução/Twitter @BellatorMMA

Noite para se esquecer. Ex-campeão dos meio-médios (até 77kg.), Douglas Lima teve atuação apagada e foi anulado por Jason Jackson na luta principal do Bellator 283, realizado nesta sexta-feira (22), em Tacoma (EUA). Antigo destaque da organização, o brasileiro foi vítima das quedas do jamaicano e controlado em grande parte da disputa. Após cinco rounds, o atleta foi superado na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Com a derrota, Douglas se complica na companhia. Antigo líder da divisão até 77kg., o brasileiro chega ao quarto tropeço seguido. O último resultado positivo do goiano aconteceu em outubro de 2019, quando havia retomado a condição de campeão no embate contra Rory MacDonald.

Veja Também

Pivô de uma estratégia pragmática, Jackson não brilhou, mas foi capaz de controlar o brasileiro por cinco assaltos. O triunfo aproxima o jamaicano de uma disputa de cinturão.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou com Jackson encurtando a distância e tentando acuar o brasileiro próximo às grades. Lima tentava impedir a aproximação do rival com chutes baixos. O goiano seguia minando a base do adversário e, na sequência, atingiu Jason com um cruzado. Passados quase dois minutos, o jamaicano surpreendeu e aplicou uma queda no ex-campeão. Por baixo, Lima tentava travar o combate e impedir as transições do oponente. Perto do minuto final, o embate seguia sem muita ação dos protagonistas. Por cima, Jackson somava pontos com ataques, mas não contundia, até que o cronômetro zerou.

Na segunda etapa, Douglas tomou a inciativa com um chute baixo. Imediatamente, Jackson voltou a buscar as pernas do brasileiro e tentava a queda. O brasileiro tentou resistir, mas, após cerca de um minuto de pressão, acabou sendo derrubado. A exemplo do que aconteceu no primeiro round, Jason pontuava, mas sem contundência. Passados pouco mais de três minutos, o jamaicano recebeu uma ‘pedalada’ e sentiu o ataque. O goiano tentou se aproveitar do momento, mas Jackson conseguiu se recompor. Nos segundos finais, o jamaicano agredia no ground and pound, mas não havia mais tempo.

O terceiro round começou com Lima lançando um novo chute baixo. Como nos assaltos anteriores, Jackson foi para as pernas do brasileiro e tentava a queda. Com quase dois minutos de embate, o brasileiro reverteu a posição, mas o jamaicano conseguiu se recuperar, e derrubou. Por baixo, Douglas era refém da dominância de Jason, mesmo que o oponente não fosse efetivo no ground and pound. A etapa acabou com Jackson pontuando com golpes de cima para baixo.

PUBLICIDADE:

No quarto assalto, Jason levou o confronto para o solo logo nos segundos iniciais. Por cima, Jason seguia levando vantagem e pontuava com cotoveladas de cima para baixo. O brasileiro seguia sendo anulado pelo jamaicano e não dava sinais de recuperação. Nos segundos finais, o público vaiava o confronto morno protagonizado pelos atletas. A etapa acabou com Jackson por cima, mas sem agressividade.

O último round começou com Douglas tomando a iniciativa com um direto. Novamente, Jason foi para a queda e levou o rival para o chão. O embate seguia sem emoção, mas com vantagem nítida para o jamaicano. Nos segundos finais, Jackson golpeava no ground and pound e não permitia a reação do tupiniquim. A exemplo das etapas anteriores, o assalto acabou com Jacson por cima.

PUBLICIDADE:

Estatísticas do Bellator 283

Resultados do Bellator 283

CARD PRINCIPAL

Peso meio-médio (até 77kg.): Jason Jackson derrotou  Douglas Lima na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45)

Peso leve (até 70,3kg.): Tofiq Musayev derrotou Sidney Outlaw por nocaute técnico a 27seg. do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Usman Nurmagomedov finalizou Chris Gonzalez com uma guilhotina a 2m54s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Lorenz Larkin x Mukhamed Berkhamov terminou ‘sem resultado’ por cotovelada ilegal de Larkin no R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Marcelo Golm finalizou Davion Franklin com um estrangulamento a 4m36s do R3

CARD PRELIMINAR

Peso médio (até 83,9kg.): Dalton Rosta derrotou Romero Cotton por nocaute técnico a 38s do R3

Peso mosca (até 56,7kg.): Veta Arteaga finalizou Vanessa Porto com uma guilhotina a 3m47s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Gadzhi Rabadanov derrotou Bobby King na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Akhmed Magomedov finalizou Kai Kamaka III com um mata-leão a 1m16s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Roman Faraldo derrotou Luis Iniguez por nocaute a 3m42s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Jaylon Bates derrotou Mark Coates na decisão dividida dos juízes (30-27, 28-29, 29-28)

Peso casado (até 72,5kg.): Archie Colgan derrotou Bryan Nuro por nocaute técnico a 1m15s do R3

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59