VÍDEO: Em grande atuação, Joilton Peregrino vence com nocaute brutal no BRAVE 61

Brasileiro naturalizado alemão estreou no evento em grande estilo e venceu com nocaute brutal no início da luta; Veja o vídeo do nocaute

Joilton acerta boa joelhada em Grabinski no BRAVE 61. Foto: Reprodução / SUPER LUTAS

Não poderia ser melhor! O brasileiro naturalizado alemão Joilton Lutterbach Peregrino debutou no BRAVE em grande estilo. Na luta principal do BRAVE 61, realizado neste sábado (61), em Bonn (ALE), ele precisou de menos de dois minutos para conectar quase 50 golpes e mandar Marcel Grabinski para a lona de forma brutal.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com o resultado, Joilton, de apenas 29 anos, chega a sua 36ª vitória como profissional em 46 apresentações.

A luta

Em sua primeira luta como super leve, Joilton – que chegou a ter problemas no fígado para bater o peso da divisão de leves – mostrou que parece ter encontrado sua categoria. Assim que a luta começou, ele tomou o comando das ações. Grabinski tentou trocar golpes com o brasileiro, mas sem sucesso. Peregrino abriu o caminho para a vitória com uma bela joelhada voadora. A partir daí, ele combinou bons cruzados que derrubaram Marcel. Com vários socos no solo, o árbitro foi forçado a parar a luta em menos de dois minutos de combate.

PUBLICIDADE:

Assista o nocaute de Joilton Peregrino no BRAVE 61

Mais Brasil no BRAVE 61

Apesar da vitória de Joilton Lutterbach Peregrino, o BRAVE 61 não trará boas lembranças para os demais lutadores brasileiros no show, já que os outros dois representantes do país deixaram a área de lutas com derrota. Pela divisão de meio-médios, Kleverson Cruz foi nocauteado pelo duro Islam Dulatov no primeiro assalto. Já Jose Marcos Santiago Lima, o ‘Maju’, não conseguiu suportar o jogo de quedas de Husein Kadimagomaev e foi superado na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Confira abaixo os resultados do BRAVE 61

Resultados do BRAVE 61

CARD PRINCIPAL

PUBLICIDADE:

Super Leves (até 74.8 kg.): Joilton Lutterbach Peregrino derrotou Marcel Grabinski por nocaute técnico a 1m52s do R1

Peso Combinado (até 69 kg.): Max Coga derrotou Zafar Mohsen na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27);

Meio-Médios (até 77.1 kg.): Islam Dulatov derrotou Kleverson Cruz por nocaute técnico a 2m47s do R1;

Peso Combinado (até 73kg): Husein Kadimagomaev derrotou Jose Marcos Santiago Lima ‘Maju’ na decisão unânime dos juízes;

Galos (até 61.2 kg.): Gamzat Magomedov derrotou Borislav Nikolic na decisão unânime dos juízes;

Penas (até 65.7 kg.): Jarno Errens derrotou Alisher Abdulaev na decisão unânime dos juízes;

Super Leves (até 74.8 kg.): Issa Isakov derrotou Ahmed Labban na decisão unânime dos juízes;

CARD PRELIMINAR

Peso Combinado (até 89kg.): Chad Hanekom derrotou Mateusz Janur na decisão unânime dos juízes;

Meio-Médios (até 77.1 kg): Axel Sola derrotou Wladimir Holodenko na decisão unânime dos juízes;

Peso Pesado (até 120 k.g): Lazar Todev  derrotou Patrick Vespaziani por nocaute técnico no R3.

Assista o VT na integra do BRAVE 61

Estatísticas de todas as lutas do BRAVE 61

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC