Treinador rebate críticas de Tate e garante: ‘Ronda não vai parar enquanto não vencer’

Invicta, norte-americana disse que sonha com duelo contra Rousey

R. Rousey (esq.) treina com Edmond Tarverdyan (dir.). Foto: Josh Hedges/UFC

R. Rousey (esq.) treina com Edmond Tarverdyan (dir.). Foto: Josh Hedges/UFC

Era de se esperar que declarações polêmicas de ambos os lados fossem marcar a semana que antecede o duelo entre Ronda Rousey e Miesha Tate, que fazem a luta co-principal do UFC 168. Rivais de longa data, as atletas conseguiram piorar ainda mais sua relação durante a convivência nas gravações do reality show The Ultimate Fighter 18, no qual atuaram como treinadoras. Depois da própria Rousey atacar a rival, foi a vez do seu treinador Edmond Tarverdyan rebater as críticas feitas por Tate e sua equipe.

“A Ronda é muito mais forte, está em condições muito melhores. Miesha Tate e outros lutadores acham que ela não vai passar do primeiro round, que a Ronda não sabe lutar. Estão brincando? Quando a Ronda está treinando, ela não pensa nisso. Não é a maneira como nós trabalhamos. Ela só fala coisas estúpidas e sem noção”, disparou Edmond, que volta e meia se desentendia com os membros da equipe rival durante o TUF.

Um ponto que incomodou profundamente o treinador foi o questionamento sobre a qualidade técnica de Ronda e a efetividade de sua base de judô nos combates de MMA. “A velocidade no judô é tão rápida, você tem que ficar alerta o tempo todo. Você pode perder numa simples queda. Não é como se você deitasse e tentasse encaixar um triângulo. Então, se vocês acham que ela não sabe lutar, de novo, vocês são estúpidos. Ronda não pode apenas lutar cinco rounds de cinco minutos, Ronda pode lutar 100 rounds de cinco minutos. Ela não vai desistir, não vai parar enquanto não vencer”, concluiu.

Neste sábado (28), no octógono montado na MGM Grand Garden Arena em Las Vegas (EUA), Ronda Rousey e Miesha Tate encerram mais um capítulo na história de uma das maiores rivalidades do MMA. Após meses de troca de farpas e tensão crescente, incluindo as semanas de confinamento no TUF, Tate e Rousey disputam o cinturão da categoria peso galo feminina. No combate principal da noite, Anderson Silva desafia o campeão dos médios Chris Weidman, em uma das revanches mais aguardadas em da história do Ultimate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments