Thales Leites espera torcida de fãs de jiu-jitsu em combate em Abu Dhabi | SUPER LUTAS

Thales Leites espera torcida de fãs de jiu-jitsu em combate em Abu Dhabi

Lutador brasileiro enfrentará Trevor Smith no UFC Fight Night 39, no dia 11 de abril

T. Leites (foto) volta ao UFC após quase quatro anos. Foto: Josh Hedges/UFC

T. Leites (foto) busca sua terceira vitória desde que retornou ao UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

O UFC Fight Night 39 marcará a primeira vez que Thales Leites viaja a Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos. Mesmo se tratando de um lugar novo para o carioca, ele espera ganhar a torcida dos admiradores de jiu-jitsu na cidade por ser um representante da arte suave no MMA.

A cidade de Abu Dhabi é conhecida por criar a competição ADCC (Abu Dhabi Combat Club), um dos torneios mais importantes de submission da atualidade. Isso porque boa parte da população do local é aficionada por luta agarrada, sobretudo o jiu-jitsu.

Thales, que enfrentará Trevor Smith no evento do dia 11 de abril, espera receber apoio do público local. “Nunca estive em Abu Dhabi, mas confio que a torcida fique ao meu lado. Tenho muito conhecidos que dão aula de jiu-jitsu por lá e o esporte é muito praticado no país. Com certeza, por eu ser representante da arte suave, será um estímulo a mais e fico na expectativa de ter muitos brasileiros para me apoiarem”, comentou o lutador.

Seu adversário fará sua terceira luta dentro do UFC, tendo uma derrota (para Ed Herman) e uma vitória (contra Brian Houston). Mesmo aberto à luta em pé, Leites promete não fugir de sua característica habitual. “Eu já tinha visto uma luta dele, na época que fui enfrentar o Ed Herman, no UFC Rio 3. Então sei que ele é um cara que não foge da luta, seja onde ela estiver. É bom em pé e no solo também. Como sou um cara do jiu-jitsu, não vou fugir da minha característica, mas tenho mostrado uma grande evolução na trocação nos meus últimos compromissos e dessa maneira a minha confiança só aumenta”, avaliou.

Já Thales tentará sua terceira vitória no UFC desde que retornou à organização, no ano passado. O lutador analisou sua campanha recente e se disse satisfeito com sua participação. “Não tenho do que reclamar da minha volta ao Ultimate. Meu retorno foi no UFC Rio 3 e a luta foi empolgante demais, agradando a todo mundo. Depois estive presente no evento de 20 anos e consegui mais um triunfo, em um duelo bem equilibrado. Ainda não consegui a finalização, mas nem me coloco pressão sobre esse fato. Você só enfrenta atleta duro, então o importante é vencer, seja como for”, afirma.

O UFC Fight Night 39 será realizado no dia 11 de abril, uma sexta-feira. A luta principal terá outro brasileiro, Rodrigo Minotauro, que enfrentará Roy Nelson.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments