Confiante, Werdum crava: ‘Serei o primeiro a colocar Velasquez com as costas no chão’

Brasileiro também falou sobre o TUF América Latina e revelou parte de sua equipe para o reality

Werdum (esq.) e Velasquez (dir.) durante coletiva de imprensa no México. Foto: Reprodução/YouTube

Werdum (esq.) e Velasquez (dir.) durante coletiva de imprensa no México. Foto: Reprodução/YouTube

Prestes a fazer a maior luta de sua carreira em novembro, quando desafiará o campeão Cain Velasquez pelo cinturão dos pesos pesados do UFC, Fabrício Werdum tem esbanjado confiança em seu jogo para o duelo agendado para acontecer no México. O gaúcho não se mostrou intimidado pelo wrestling de altíssimo nível do rival e sentenciou que será o primeiro lutador a colocar Velasquez com as costas contra o chão.

“Ele (Velásquez) é um wrestler de elite, faz isso desde pequeno. Ele tem bom boxe, mas não chuta muito bem. O ritmo dele é difícil de ser quebrado, ele é uma máquina de bater no ground and pound. Mas acho que o estilo dele casa perfeitamente com o meu. Ele nunca enfrentou um pesado como eu”, disse Werdum, em entrevista ao site oficial do UFC. “Quando comecei no jiu-jitsu foquei muito na defesa pessoal.Ter essa base forte de fundamentos ajuda muito. Sempre posso confiar em encaixar um triângulo, uma omoplata ou algo do tipo. Outra coisa a ser levada em conta é que ninguém nunca viu, mas serei o primeiro a colocar o Velásquez com as costas no chão. Vou forçar algumas situações durante o combate que facilitarão isso. Quero ver como ele vai se virar”, completou.

Antes de enfrentar Velasquez, porém, Werdum vai dividir com o rival as funções técnicas na primeira edição do TUF América Latina. “Vai Cavalo” comentou sua atuação no reality show, cujas gravações se iniciam no dia 12 de maio em Las Vegas (EUA). “Com uma olhada rápida percebo quem mais leva jeito. Quero os melhores no meu time, e não vou tentar trocar  o jogo de ninguém, isso é bobagem. É melhor ajustar mais a parte estratégica, que é importante para evitar desgastes desnecessários, já que os atletas fazem muitas lutas no reality show”, disse o brasileiro, que revelou já começar a projetar a composição de sua comissão técnica. “Não sei ainda 100%, mas basicamente será a turma que me ajuda desde sempre. Rafael Cordeiro, Wanderlei Silva, Cobrinha, Renato Babalu e outros que ainda vou convidar”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments