Fundador e presidente do Bellator, Bjorn Rebney deixa organização após seis anos

Ex-Strikeforce Scott Coker é o favorito para assumir o lugar na chefia do evento

Bjorn Rebney não é mais o CEO do Bellator. Foto: Bellator (Divulgação)

Bjorn Rebney não é mais o CEO do Bellator. Foto: Bellator (Divulgação)

Em 2008, Bjorn Rebney deu o pontapé inicial naquela que viria a se tornar a segunda maior organização de MMA do planeta: o Bellator. Seis anos depois, o norte-americano deixou o evento que ajudou a fundar e que presidiu desde os primeiros dias. A saída de Rebney foi anunciada pelo canal Spike TV, do grupo Viacom, parceiro do Bellator.

“É com um misto de emoções que anuncio que estou deixando a empresa que fundei. Eu tenho grande orgulho de ter transformado a meus planos em realidade: uma empresa próspera, com distribuição de TV para mais de 140 países países ao redor do mundo, a parceria com um dos maiores gigantes do mundo do entretenimento e grande variedade de patrocinadores, parceiros e aliados estratégicos em todo o globo”, disse Rebney, em comunicado enviado à imprensa norte-americana e reproduzido pelo site “MMA Junkie”.

Segundo informações do jornalista Josh Gross, da revista “Sports Illustrated” e do canal norte-americano “ESPN”, o principal nome para suceder Bjorn Rebney à frente do Bellator é o do ex-presidente do extinto Strikeforce Scott Coker. O coreano-americano fundou a organização adquirida pelo Ultimate em 2012 e teve um vasto histórico nas artes marciais e no cinema. Além de Rebney, o diretor de operações Tim Danaher também deixou o Bellator. Para o seu cargo, no entanto, não há indicações para sucessão.

Durante os anos de comando de Rebney, o Bellator deixou uma posição secundária no cenário do MMA para se tornar o maior concorrente do UFC na atualidade. A organização já promoveu 121 eventos, entre eles o histórico Bellator 120 – quando comercializou pela primeira vez em sua história um card no modelo pay-per-view.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments