Lenda dos moscas, Demetrious Johnson garante que ‘comeria Sterling vivo’ em eventual duelo

Atualmente no ONE, o ex-campeão dos moscas Demetrious Johnson apontou pontos fracos e mostrou interesse em enfrentar Sterling

Demetrious Johnson Aljamain Sterling

Demetrious Johnson mostrou interesse em enfrentar Aljamain Sterling (Foto: Montagem/SUPER LUTAS)

Focado em competições de luta agarrada e sem fazer uma sessão de sparring desde abril, a lenda dos moscas (até 56,7kg) do UFC Demetrious Johnson, que atua pelo ONE Championship desde 2018, revelou que está desmotivado com o MMA, mas apontou o campeão dos galos (até 61,2kg) do Ultimate Aljamain Sterling como um nome que poderia reacender a chama das artes marciais mistas em seu coração.

“Existe uma complexidade no jogo dele (Sterling) que eu sinto que consigo solucionar. Ele é o cachorro grande nos Estados Unidos e eu sou o cachorro grande na Ásia. Se essa luta fosse apresentada a mim como uma oportunidade, seria um problema que eu sei solucionar e adoraria solucionar. Eu me colocaria em um camp de treinamento para esta luta”, admitiu Johnson.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Amanda Lemos -NOTA MELHORES APOSTAS

O interesse de Demetrious Johnson em Aljamain Sterling se deve também a uma recente declaração do campeão dos galos do UFC, que, durante uma sessão de perguntas e respostas na academia, se referiu ao ‘Mighty Mouse’ como ‘muito pequeno’, garantiu que dominaria um possível duelo usando o tamanho e ainda alfinetou o campeão do ONE por ter auxiliado Henry Cejudo na preparação para o UFC 288, em maio.

“Acho que o tempo passou para ele. Se ele quiser ele trabalho, tentar algum tipo de vingança por Henry (Cejudo), eu posso bater nele também”, provocou Sterling.

PUBLICIDADE:

Demetrious Johnson opina sobre possível fraqueza de Aljamain Sterling

Apesar do recente domínio de Sterling na divisão dos galos e da vantagem de tamanho, Demetrious Johnson vê o jogo de clinch como principal fraqueza do ‘Funk Master’ e garante que ‘comeria vivo’ o campeão dos galos do Ultimate.

“Eu sinto que a fraqueza dele é não ter jogo de clinch. Tipo, eu comeria a b**** dele de café da manhã no jogo de clinch. Sinto que, em termos de ritmo, eu me movimento melhor do que ele em pé. Na lita agarrada, ele é mais comprido, então eu nunca deixaria ele pegar a p**** das minhas costas, porque ele vai fechar aquele cadeado assim como fez com Petr Yan e eu vou ter que sobreviver a isso. A única vantagem que eu teria é que ele cruza uma distância para chegar a mim, certo? Ele solta o jab e aquele chute dele. Eu falaria: ‘Perfeito, venha cá. Quero te mostrar uma coisa chamada clinch de muay thai’. Eu sinto que eu comeria ele vivo em um clinch”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Sob os olhares atentos de Demetrious Johnson, Aljamain Sterling retorna ao octógono neste sábado (19) e busca a quarta defesa do cinturão dos galos na luta principal do UFC 292, contra Sean O’Malley, em Boston, nos Estados Unidos. Na luta co-principal, Weili Zhang defende o título das palhas (até 52,1kg) contra Amanda Lemos.

Charles do Bronx em risco após show de Tsarukyan no UFC Austin?

Leia Mais sobre: , , , ,


Resultados do UFC Las Vegas 83 Brasileiros em ação no UFC Las Vegas 83 Resultados do UFC Austin Resultados das Finais – PFL Resultados do UFC Las Vegas 82