Alexander Gustafsson: ‘Briga entre Jones e Cormier foi infantil e ridícula’

Sueco também falou sobre a lesão que o tirou do UFC 178 e se disse decepcionado por não lutar pelo cinturão

A. Gustafsson (foto) deu lugar a Cormier no UFC 178 por uma lesão no joelho. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Gustafsson (foto) deu lugar a Cormier no UFC 178 por uma lesão no joelho. Foto: Josh Hedges/UFC

Escalado para originalmente enfrentar Jon Jones no UFC 178, mas cortado do evento devido a uma lesão durante sua preparação, o sueco Alexander Gustafsson viu longe o campeão dos meio-pesados chegar às vias de fato com seu substituto e novo desafiante Daniel Cormier – durante um evento promocional em Las Vegas (EUA). Considerado um dos maiores rivais de Jones e atualmente o primeiro colocado no ranking de meio-pesados, Gustafsson não poupou críticas à dupla pela confusão protagonizada na última segunda-feira (04).

“O que eu posso dizer? Eu acho que isto (a briga entre Jones e Cormier) foi infantil a esse ponto. Todos somos profissionais e devemos dar o exemplo e representar o esporte da melhor forma possível. Eu só acho que foi ridículo.”, afirmou Gustafsson, em entrevista ao canal de TV sueco SVT Sport.

“The Mauler”, como é conhecido, também falou sobre seu momento atual, e a recuperação após a cirurgia no menisco. “Eu realmente quero o cinturão, que ter uma nova chance pelo título. É no que estou focado. Este é o meu objetivo, mas agora os meus pensamentos estão em recuperar minha condição o mais rápido possível”, comentou. “Fiquei muito decepcionado. Um duelo contra Jon Jones é algo que eu realmente quero. Todo mundo sabe, todo mundo quer ver esta disputa. Foi sem dúvida um retrocesso”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments