Jon Jones: ‘Eu aceitaria na hora fazer uma superluta contra Chris Weidman’

Campeão ainda opinou sobre o apelo comercial do duelo e disse acreditar que o confronto venderia bem

Jones (esq.) aprovou uma superluta contra Weidman (dir.). Foto: Produção Super Lutas (UFC/Divulgação)

Jones (esq.) aprovou uma superluta contra Weidman (dir.). Foto: Produção Super Lutas (UFC/Divulgação)

No início do ano, Jon Jones desprezou as chances de enfrentar Chris Weidman e afirmou que Cain Velasquez era o único nome que considerava para uma hipotética superluta. Pois bastaram seis meses para que o detentor do título dos meio-pesados mudasse sua opinião. Possivelmente empolgado pela vitória de Weidman sobre Lyoto Machida em julho, Jones deixou as portas abertas para um duelo entre campeões no futuro e disse que aceitaria prontamente um combate contra o compatriota.

“Oh, cara, seria ótimo (fazer essa superluta). Eu absolutamente aceitaria na hora a oportunidade de fazer uma superluta contra o Chris Weidman. Eu o respeito muito como pessoa e como campeão, e acredito que essa luta venderia muito bem”, disse “Bones”, como é conhecido, em entrevista ao site “Sherdog”. Vale lembrar que o próprio Weidman já declarou recentemente que também teria interesse em uma superluta contra Jones.

Aos 27 anos, Jon Jones tem um cartel profissional de 20 vitórias e apenas uma derrota, por desqualificação. Já Chris Weidman, de 30 anos, venceu as 12 lutas que fez como profissional. Apesar do desejo comum por uma superluta, a dupla já possui compromissos agendados para o segundo semestre. No dia 27 de setembro, Jones põe seu cinturão em jogo contra Daniel Cormier no UFC 178, enquanto Weidman defende seu título diante de Vitor Belfort no UFC 181 – marcado para 6 de dezembro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments