Presidente do UFC analisa briga de Jones e Cormier: ‘Eu os teria separado’

Dana White considera que ‘cabeçada’ dada pelo campeão irritou o desafiante e desencadeou toda a confusão

Jones e Cormier brigaram durante evento promocional em Las Vegas. Foto: Reprodução

Jones e Cormier brigaram durante evento promocional em Las Vegas. Foto: Reprodução

Uma grande confusão tomou conta dos noticiários esportivos no início da semana passada. Jon Jones e Daniel Cormier, que farão a próxima luta válida pelo cinturão dos meio-pesados do UFC, brigaram feio durante uma entrevista coletiva realizada em Las Vegas (EUA). O presidente da organização, Dana White, estava viajando de férias durante o ocorrido, e, nesta sexta-feira (15), se manifestou pela primeira vez sobre o episódio.

Em entrevista ao site oficial do UFC, White afirmou que, caso fosse ele o mediador das encaradas (como habitualmente acontece), já teria se intrometido por sentir que o clima entre Jones e Cormier estava tenso. “Assim que Jones se aproximou e seus corpos se tocaram, eu os teria separado. Às vezes vocês me veem colocando a mão no meio, ou às vezes fazendo até mais que isso. Eu os teria separado. Foi uma cabeçada, Jones deu uma cabeçada em Cormier – foi isso que o chateou e o fez empurrá-lo. Eu teria colocado meu braço no meio antes de haver o contato. Eu teria previsto o contato e interrompido. Se eu teria impedido que tudo aquilo acontecesse? Sei lá, quem sabe? Eu não estava lá”, avaliou o dirigente.

Como White estava ausente, o mediador das encaradas foi o diretor de relações públicas do UFC, Dave Sholler. O presidente considera que Sholler não tinha a experiência para poder fazer algo a fim de apartar a briga. “ Dave Sholler não tem experiência para ficar no meio dos caras. Há vezes em que você sente que há algo acontecendo e fica pronto para apartar. É por isso que eu fico lá. Eu não fico lá porque quero sair nas fotos, eu fico lá para garantir que esse tipo de porcaria não aconteça. São dois caras que vão lutar, e definitivamente há uma tonelada de animosidade entre os dois, sem dúvidas”, considerou.

A luta entre Jones e Cormier estava originalmente marcada para o dia 27 de setembro, no UFC 178. Porém, o campeão sofreu uma lesão no joelho, adiando o combate para 3 de janeiro.

Reveja o vídeo da confusão:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments