Dana White: ‘José Aldo x Anthony Pettis é a única superluta que posso pensar’

Durante sessão de perguntas e respostas, presidente também apresentou seu próprio conceito de superluta

Aldo e Pettis em foto promocional do duelo que aconteceria no UFC Rio 4. Foto: Divulgação/ UFC Brasil

Aldo e Pettis em foto promocional do duelo que aconteceria no UFC Rio 4. Foto: Divulgação/ UFC Brasil

Durante anos, superlutas entre dois campeões ou grandes nomes do UFC sempre foram esperados pelos fãs e especuladas pela imprensa, mas raramente acabaram se concretizando. Mais uma vez o assunto veio e, apesar de outras sugestões, o presidente Dana White afirmou que atualmente só consegue pensar em um combate de tal magnitude pondo frente a frente o brasileiro José Aldo, campeão dos penas, e norte-americano Anthony Pettis, detentor do título dos leves.

“As lutas superlutas que vemos agora na minha opinião seriam como um José Aldo x Anthony Pettis. Mesmo que Pettis tenha se machucado por um tempo e não defendeu seu título ainda, ele derrotou Ben Henderson, que é um cara que tinha aniquilado a divisão inteira. Ele o venceu, e venceu com facilidade. José Aldo e Pettis têm falado sobre a mudança para lá e para cá a fim de tomar o cinturão um do outro. Então, realmente, essa é a única superluta que posso pensar”, disse o dirigente durante uma sessão de perguntas e respostas em Macau (China).

Dana aproveitou para definir seu próprio conceito de superluta. “Nós já falamos sobre superlutas no passado e que por uma razão ou outra não aconteceu. Quando falamos de superlutas, vamos falar sobre o que ‘superluta’ significa. Se você tiver Georges St. PierreAnderson Silva, se você tiver Anderson Silva x Jon Jones ou algo do tipo, caras que mantiveram seus títulos e quase limparam uma divisão inteira”, ponderou.

Ao ouvir a proposição de um confronto entre Jon Jones e Georges St. Pierre, o dirigente usou o bom humor para descartar qualquer hipótese. “GSP e Jon Jones? Há um trecho aí, meu amigo. Existe uma certa diferença de peso entre esses dois caras. Isso não seria uma superluta. Seria uma luta estúpida. Ok? O que o Georges St. Pierre fez para você querer ele morto? Ele pesa 77 kg e o outro cara anda por aí com uns 105 kg”, respondeu.

José Aldo e Anthony Pettis não se enfrentaram por pouco em luta válida pelo cinturão dos penas. Em agosto do ano passado, o norte-americano se contundiu um pouco antes de desafiar o brasileiro no UFC Rio 4 e acabou sendo transferido para a disputa contra Ben Henderson, que acabou lhe rendendo o título dos leves. Após um longo tempo de inatividade devido a uma cirurgia, Pettis põe seu cinturão em jogo pela primeira vez no dia 6 de dezembro, contra Gilbert Melendez. Já Aldo tenta sua sétima defesa de título consecutiva na revanche contra Chad Mendes, no dia 25 de outubro, no Rio de Janeiro (RJ).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário