Antes de evento deste sábado, pai de lutador do UFC é preso nos EUA

James Lee Mein, pai de Jordan Mein, é acusado agredir sexualmente uma camareira no hotel que recebe os atletas para o UFC FN 49

O canadense Jordan Mein está escalado para subir no octógono nesta noite contra o norte-americano Mike Pyle, na segunda luta mais importante do UFC Fight Night 49. Porém, o lutador teve que passar por uma situação embaraçosa antes do combate. James Lee Mein, pai de Jordan, foi preso na sexta-feira no hotel onde os lutadores do UFC estão hospedados. Ele foi acusado de agressão sexual a uma camareira.

pai_preso

De acordo com a polícia local, o pai de Jordan Mein, além de agredir sexualmente a funcionária do hotel na cidade de Tulsa, a mordeu em seu quarto. Ele foi solto sob pagamento de fiança no valor de US$ 2 mil. Apesar disso, o UFC vetou sua entrada no ginásio do evento e classificou as ações de James Lee Mein como “deploráveis”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments