Justiça norte-americana retira todas as acusações contra Thiago Silva por ataque

Ex-lutador do UFC protagonizou confusão em academia de jiu-jitsu nos Estados Unidos em fevereiro

T. Silva (foto) está livre dos processos. Foto: Josh Hedges/UFC

T. Silva (foto) está livre dos processos. Foto: Josh Hedges/UFC

O lutador Thiago Silva está livre de todos os processos que respondia por ter protagonizado uma confusão nos Estados Unidos em fevereiro. O juiz que cuidava do caso retirou as acusações e o brasileiro não precisará mais responder à justiça.

No dia 7 de fevereiro, Silva, então lutador do UFC, invadiu a academia de jiu-jitsu do professor Pablo Popovitch em Fort Lauderdale, Flórida, e ameaçou as pessoas no local. Segundo testemunhas, o lutador chegou a apontar uma arma de fogo para sua ex-esposa, Thaysa Kamiji, por suspeitar de que ela mantivesse um caso com Popovitch. O brasileiro foi preso com auxílio de uma equipe da SWAT e, mesmo solto após pagar fiança, respondia por ataque grave com arma de fogo, resistência à prisão e duas acusações de agressão grave.

No entanto, de acordo com o site norte-americano “TMZ”, Thaysa não cooperou com as investigações, sendo que o tribunal considerou que era provável que a ex-esposa de Thiago tenha se mudado para fora dos Estados Unidos. Assim, a procuradoria do condado de Broward decidiu por arquivar o caso.

Por conta da confusão, Thiago foi demitido do UFC, sendo que o presidente da organização, Dana White, afirmou que o lutador nunca mais voltaria a atuar no octógono. Silva chegou a ser anunciado em um combate no evento Fight Time, mas deixou o compromisso com uma lesão no joelho.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments