Nelson alfineta Velasquez e compara rivalidade com Mayweather x Pacquiao

Lutador relembra vez em que quase enfrentou o atual campeão do UFC, em 2006: ‘Eu provavelmente o teria nocauteado’

R. Nelson (foto) enfrentará Hunt no Japão, no próximo sábado (20). Foto: Josh Hedges/UFC

R. Nelson (foto) enfrentará Hunt no Japão, no próximo sábado (20). Foto: Josh Hedges/UFC

Floyd Mayweather Jr e Manny Pacquiao protagonizam a maior “Guerra Fria” da história recente do boxe. Os dois lutadores, já tidos como os dois maiores pugilistas em atividade, ainda não conseguiram entrar em acordo para se enfrentar, apesar de o combate criar a expectativa do público há anos. E há quem veja uma rivalidade semelhante a essa no MMA.

Roy Nelson acredita que ainda não enfrentou o atual campeão dos pesados do UFC, Cain Velasquez, porque outras pessoas estão fazendo de tudo para evitar que a luta aconteça. “Essa é a luta que precisa acontecer. É como Pacquiao e Mayweather. Eles apenas não querem que ela aconteça”, opinou o lutador, em entrevista ao site norte-americano “FOX Sports”.

Nelson também criticou o período de ausência de Velasquez e considera que o casamento de suas lutas são feitos para que ele tenha maior chance de permanecer como o campeão.

Velasquez recebeu a maior bolsa do UFC 160

“Acho que, no momento em que você é o campeão, você só quer que as coisas continuem como estão. Se eu fosse o campeão, eu faria isso. ‘Estou com o pé machucado, não posso lutar… Oh, meu ombro dói. Oh, minha bunda dói”, continuou. “Acho que ele só lutou com os mesmos caras várias vezes porque não querem que o título mude de mãos”, continuou, referindo-se às lutas de Velasquez contra Antônio Pezão e Júnior Cigano, a quem enfrentou por duas oportunidades cada.

Por fim, Nelson recordou a vez em que quase foi escalado para enfrentar Velasquez, em 2006, ainda no evento Bodog Fight. “Eu provavelmente o teria nocauteado. Naquela época, tudo o que eu fazia era lutar wrestling e jiu-jitsu, e tudo o que ele fazia era lutar wrestling”, opinou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments