De olho no cinturão, McGregor garante que estaria pronto para lutar no UFC 179

Irlandês, que virá ao Brasil para assistir a Aldo x Mendes, diz ver fraquezas nos treinamentos do atual campeão dos penas

C. McGregor (foto) já chegou ao top 10 dos penas. Foto: Josh Hedges/UFC

C. McGregor (foto) já chegou ao top 10 dos penas. Foto: Josh Hedges/UFC

Conor McGregor tem um importante compromisso pela frente neste sábado (27), quando enfrentará Dustin Poirier no card principal do UFC 178, em Las Vegas (EUA). No entanto, o irlandês já vê adiante e garante que estaria preparado para lutar no UFC 179, no Rio de Janeiro, que terá como luta principal o combate entre José Aldo e Chad Mendes, válido pelo cinturão da divisão dos penas.

“Notorious” afirmou que se colocaria à disposição caso um dos atletas da luta principal da noite ficassem impossibilitados de lutar. “Você está certo, eu estaria pronto. Na verdade, eu vou viajar ao Brasil. E, não só isso, eu vou entrar no octógono se precisar. Quem sabe? Pode ser que eu coloque algumas cascas de banana no local da pesagem e fique na expectativa de alguém cair”, brincou o irlandês, em entrevista coletiva reproduzida pelo site norte-americano “MMA Weekly”.

McGregor afirmou que vê fraquezas nos treinamentos da equipe de Aldo, a Nova União, tendo em vista os recentes acontecimentos envolvendo alguns de seus principais lutadores. “A vitória de TJ Dillashaw sobre [Renan] Barão mudou as coisas. Depois, temos o fato de que Barão não bateu o peso [para a revanche que faria com Dillashaw, no UFC 177], então, definitivamente, o treinamento deles tem problemas. Eles ficam reclamando sobre dinheiro, etc. Além disso, há lesões a todo momento. Sinto uma fraqueza no aspecto mental dessas pessoas”, avaliou.

Invicto no UFC, McGregor ocupa atualmente a nona posição do ranking oficial da divisão dos penas. Poirier, seu próximo adversário, é o quinto.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments