‘Pilhado’ por lutar em casa, Aldo garante: ‘Vou para cima feito um caminhão desgovernado’

Único brasileiro atualmente campeão do UFC garante que não se sente pressionado: ‘Lá dentro sou só eu’

Aldo é o único brasileiro campeão do UFC atualmente. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Aldo é o único brasileiro campeão do UFC atualmente. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Na reta final dos preparativos para o UFC 179, José Aldo afirmou que o apoio da torcida presente no Rio de Janeiro será fundamental para aumentar ainda mais sua motivação para o combate contra Chad Mendes, atração principal do evento que será realizado no ginásio do Maracanãzinho, no sábado (25).

O campeão dos penas revelou que se inspira com as demonstrações de afeto da torcida, e que isso o ajudará a expressar sua agressividade dentro do octógono. “O apoio é maravilhoso. Eu sou muito emotivo, pego muita pilha nisso, então fico mais confiante ainda. Sei que a noite vai estar cheia, então todo mundo vai cantar, vibrando e lutando junto comigo. Com certeza eu vou para cima igual a um caminhão desgovernado”, garantiu Aldo, em entrevista à imprensa no Rio de Janeiro em trecho publicado pelo site “Portal do Vale Tudo”.

Em recentes entrevistas, Mendes declarou que acredita que evoluiu mais que o brasileiro desde o primeiro combate entre os dois, em janeiro de 2012. Aldo, em contrapartida, diz que o norte-americano não tem condições de avaliar sua evolução. “Eu acho que sou um campeão tão dominante porque luto voltado sempre ao adversário. É muito difícil a quem assiste a uma luta minha dizer que eu melhorei ou piorei nisso ou naquilo. Não, eu me adapto sempre aos adversários. E não vai ser diferente agora. Treinamos durante três meses para chegar lá e vencer o Chad mais uma vez”, disse.

O único brasileiro atualmente campeão do UFC assegurou que não se sente pressionado com a responsabilidade de manter o país com ao menos um título. “Eu procuro esquecer esse lado. É o José Aldo que vai estar lá dentro, independentemente de ser o único brasileiro campeão ou não. Eu procuro fazer o meu e acreditar naquilo que eu treino. Isso fica fora – lá dentro, sou eu lutando por mim mesmo”, argumentou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments