Yoel Romero castiga joelho de Thiago Marreta e assegura vitória na decisão dos juízes

'Soldado de Deus' adota postura impiedosa e garante 22 triunfo na carreira com performance segura; Bellator se mantém soberano sobre PFL

Yoel Romero derrotou Thiago Marreta. Foto: Reprodução/Instagram

Em aguardado duelo entre veteranos, Yoel Romero manteve supremacia do Bellator diante de Thiago Marreta, que representava a PFL. Em postura impiedosa diante do brasileiro, o ‘Soldado de Deus’ se mostrou disposto a mirar no joelho do rival para prejudicá-lo ao longo dos minutos. Na decisão unânime dos juízes, o cubano retornou ao caminho das vitórias ao derrotar o adversário.

Aos 46 anos, Romero quebrou a banca e mostrou que, apesar da idade ainda está entre os melhores do MMA. Ex-UFC, o lutador chegou ao 16 triunfo na carreira e adicionou mais um grande nome à sua lista de vítimas no esporte.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Claressa Shields Kelsey DeSantis PFL x Bellator Reprodução YouTube 2

Em fase delicada, Thiago Marreta desperdiçou oportunidade de se reerguer no MMA e chegou a quarta luta sem ter o braço erguido após confronto. Em suas últimas oito apresentações, o brasileiro faturou a vitória em apenas uma ocasião. Desde revés para Jon Jones, o lutador não consegue emplacar sequência positiva.

Yoel Romero domina ações em postura impiedosa sobre Thiago Marreta

Pacientes, os atletas começaram combate com postura calma e inofensiva. Com muito estudo Yoel Romero e Thiago Marreta fintavam, mas evitavam desferir golpes para não sofrer possível exposição. Próximo da metade do primeiro round, o cubano começou a se arriscar com chutes baixos e altos, mas sem muita efetividade. Disposto a pontuar no round, Romero caminhava para frente tentando encurralar o brasileiro e assustava com socos na curta distância. Ciente da estratégia, Marreta conectou belo contragolpe e obrigou o rival a caminhar para trás. Nos segundos finais do primeiro assalto, Romero tentou surpreender, mas não teve êxito ao lançar sequência violenta de golpes.

PUBLICIDADE:

Já no segundo assalto, Yoel iniciou explodindo sobre Marreta e tentou aplicar soco em seguida de queda. Atento, o brasileiro evitou derrubada e manteve luta de pé. Em postura diferenciada, Yoel começou a investir em chutes baixos e pisões no joelho do brasileiro. Incomodado, Marreta começou a caminhar para trás e mancar durante o duelo.

No último round, Romero manteve estratégia e seguiu mirando no joelho de Marreta. Favorito nas apostas ao vivo, Yoel começou a ganhar produtividade na luta e colocou Marreta de costas na grade para assegurar pontos e evitar socos do brasileiro. Apesar da complicação na movimentação, Thiago se mantinha caminhando para frente e tentando surpreender o rival. Hesitante com ataques, o brasileiro não conseguia explodir no minuto final para evitar que a luta fosse para decisão dos juízes e acabou não conseguindo triunfar pela via rápida.

PUBLICIDADE:

Johnny Eblen passa sufoco, mas mantém invencibilidade

Johynny Eblen em entrevista após vitória. Foto: Reprodução/Twitter @pfl

Invicto na carreira, Johnny Eblen passou por grande pesadelo em duelo contra o campeão da PFL, Impa Kasanganay, mas conseguiu superar os obstáculos e derrotar o adversário. Rei dos médios no Bellator (até 83,9kg.), o atleta quase foi nocauteado no segundo assalto, mas conseguiu levar o confronto para decisão dos juízes e garantir 15 triunfo no cartel.

Alertado por sua companheira que ficaria solteiro em caso de derrota, Eblen demonstrou utilizar ameaça como sua maior aliada.  Com carro-chefe na luta agarrada, o lutador optou por adotar postura segura no terceiro round e dominou as ações, garantindo triunfo na decisão dividida.

PUBLICIDADE:

Dispensado pelo UFC e campeão da PFL, Impa quase se tornou o lutador a aplicar primeira derrota na carreira do adversário. Apesar da tentativa incansável de buscar o nocaute, o lutador acabou se cansando e perdeu pujança física durante os minutos finais. Esta foi a quarta derrota do norte-americano.

Campeão meio-médio do Bellator castiga ex-campeão da PFL

Jason Jackson em vitória dominante sobre Ray Cooper III. Foto: Reprodução/Twitter

Em mais uma performance dominante por atletas do Bellator, Jason Jackson manteve soberania da liga sobre a PFL no evento de campeões. Escalado para enfrentar Ray Cooper III, o jamaicano fez ao favoritismo e obrigou o árbitro a interromper a luta, após impossibilitar o rival a ficar de pé devido a chutes ferozes na perna e encerrar com sequência de socos por cima, no solo.

Campeão meio-médio (até 77,1kg.) no Bellator, Jason alcançou 18 triunfo na carreira e o sexto pela via rápida. Grande favorito nas casas de apostas, o atleta não deu chance ao rival e utilizou maior envergadura e golpes contundentes para comprometer performance do norte-americano.

Embalado por duas derrotas seguidas, Ray Cooper III segue sem emplacar sequência de vitórias desde 2021. Ex-campeão da PFL, o atleta não ofereceu risco ao jamaicano e sucumbiu aos golpes sofridos na perna.

Veterano do Bellator triunfa com vitória relâmpago

AJ Mckee finaliza Clay Collard. Foto: Reprodução/Twitter

Sem tempo a perder, AJ Mckee representou muito bem o Bellator em mega evento de sua liga contra atletas da PFL. Disposto a acabar rápido com a luta, o atleta colocou Clay Collard para baixo e na primeira oportunidade que teve, aplicou guilhotina no rival. Apesar da boa defesa do compatriota, o Mckee fez bela transição para o triângulo, em seguida chave de braço e mostrou o nível de seu jiu-jitsu ao obrigar o rival bater em desistência com menos de três minutos de luta.

Ex-campeão do Bellator, AJ alcançou 22 triunfo na carreira, tendo a oitava finalização anotada em seu cartel. Conhecido pelo talento na luta agarrada, o lutador impressionou o público na Arábia Saudita com vitória relâmpago sobre Collard. Esta foi a quarta vez consecutiva que ‘mercenário’, como é conhecido, teve o braço erguido após aparição.

Por outro lado, Clay amargou segunda derrota seguida. Aos 30 anos, o veterano passou a ter cartel com 24 triunfos e 12 reveses na carreira. Este foi o quarto confronto que o norte-americano foi finalizado pelo rival.

Resultados do PFL x Bellator

CARD PRINCIPAL 

Peso pesado (até 120,2 kg): Renan Problema x Ryan Bader – luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9 kg): Johnny Eblen derrotou Impa Kasanganay na decisão dividida dos juízes (29-28, 28- 29, 29-28) – luta pelo cinturão

Peso casado (até 82,5 kg): Jason Jackson derrotou Ray Cooper III por nocaute técnico (socos) aos 23s do R2 – luta pelo cinturão

Peso pesado (até 120,2 kg):  Vadim Nemkov derrotou Bruno Capelozza por finalização (katagatame) aos 2m13s do R2 – luta pelo cinturão

Peso meio-pesado (até 93 kg): Yoel Romero derrotou Thiago Marreta na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso leve (até 70,3 kg): A.J. McKee derrotou Clay Collard por finalização (chave de braço) aos 1m10s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 65,7 kg):Henry Corrales x Aaron Pico

Peso leve (até 70,3 kg): Biaggio Ali Walsh x Emmanuel Palacios

Peso casado (até 75 kg): Claressa Shields x Kelsey DeSantis

Peso pena (até 65,7 kg): Abdullah Al-Qahtani x Edukondal Rao

Peso mosca (até 56,7 kg): Malik Basahel x Vinicius Pereira

Estatísticas do PFL x Bellator

+ AO VIVO: UFC México AO VIVO, Popó x Bambam AO VIVO 

Leia Mais sobre: , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88