Michael Bisping fala sobre Belfort pós-TRT: ‘Estará mais fraco e mais lento’

Inglês acredita que, quanto mais tempo demorar para a luta acontecer, maior será a vantagem do campeão

M. Bisping (foto) deu sua opinião sobre Belfort. Foto: Josh Hedges/UFC

M. Bisping (foto) deu sua opinião sobre Belfort. Foto: Josh Hedges/UFC

Penúltima vítima de Vitor Belfort na divisão dos médios, Michael Bisping se tornou um dos grandes críticos do lutador brasileiro pelo uso da terapia de reposição de testosterona (TRT), tratamento que o “Fenômeno” utilizou até o início do ano. E, com Belfort tendo sido obrigado a abrir mão da prática, o inglês acredita que haverá consequências no desempenho do rival dentro do octógono.

“Vitor estará mais fraco e mais lento”, palpitou Bisping, em teleconferência de imprensa. “Vitor é o próximo desafiante pelo cinturão. O que eu penso sobre isso? É uma grande vantagem para Chris Weidman, simplesmente porque Vitor estava na TRT há um bom tempo, e isso tem um impacto em seu corpo e na quantidade de músculo que você tem”, continuou.

De acordo com o inglês, Belfort será ainda mais prejudicado se o combate demorar ainda mais tempo para acontecer. O duelo, válido pelo título dos médios do UFC, está agendado para o dia 28 de fevereiro. “Quanto mais tempo você fica sem essa testosterona prescrita pelo médico, mais mudanças acontecerão em seu corpo. Eu acho que, quanto mais tempo passar até que essa luta aconteça, maior será o benefício de Chris Weidman”, disse.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments