Técnico de Aldo dá nota 11 a luta contra Mendes: ‘Foi ótima para os dois lados’

Dedé Pederneiras destaca a grande força mental apresentada pelo brasileiro na luta principal do UFC Rio 5

Aldo comemora nova defesa do cinturão dos penas enquanto Mendes é consolado por seu time. Foto: Inovafoto

Aldo comemora nova defesa do cinturão dos penas enquanto Mendes é consolado por seu time. Foto: Inovafoto

O líder da academia Nova União e treinador principal de José Aldo, Dedé Pederneiras, ficou bastante satisfeito com o desempenho de seu lutador na atração principal do UFC Rio 5, no último sábado (25), quando defendeu o cinturão dos penas do Ultimate contra Chad Mendes.

Mais do que feliz com a atuação de Aldo, Pederneiras também não poupou elogios ao combate como um todo, que é considerado uma das candidatas a “Luta do Ano” de 2014. “Eu dou [nota] 11. A luta foi realmente muito boa. O Aldo teve várias chances de acabar com a luta, mas não aconteceu. Crédito para o Chad Mendes, que foi bem do início ao fim. O combate foi ativo nos 25 minutos”, avaliou Pederneiras, em entrevista ao site do canal “Combate”.

O treinador também fez questão de destacar a força mental apresentada por Aldo na luta, sempre reagindo quando Mendes apresentou perigos. “Aldo tem uma cabeça muito boa durante a luta. Ele pode estar numa situação muito ruim, mas vai responder muito bem. Acho que a chave foi principalmente mental, do controle da luta”, opinou.

“Ele sabia que, se a luta continuasse em pé, teria chance de finalizar ou estaria melhor do que o Chad. O Chad realmente impressionou a gente por ter ficado trocando aquele tempo todo. A gente esperava mais entradas de queda dele. Quando derrubou, foi surpresa, porque a gente achou que ele fosse querer ficar lá até o final. Mas depois o Aldo pegou o tempo e não foi derrubado nenhuma vez mais. O Chad entrava, o Aldo defendia e caía por cima. O medo maior do Chad era se cansar tentando derrubar, mas ele segurou até o final e foi bem. Achei que a luta foi ótima para os dois lados”, continuou o treinador.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments