Ex-pugilista Mike Tyson revela ter sofrido abuso sexual na infância

Em entrevista, estrela do boxe contou que foi intimidado e coagido por seu agressor, mas seguiu em frente

M. Tyson (foto) teve infância conturbada e relatou histórias de vida em recente biografia. Foto: Reprodução

M. Tyson (foto) teve infância conturbada e relatou histórias de vida em recente biografia. Foto: Reprodução

Ex-campeão dos pesos pesados e considerado um dos maiores pugilistas de todos os tempos, Mike Tyson teve uma história de vida marcada por grandes polêmicas e também diversos problemas pessoais e familiares. Durante recente entrevista a uma emissora de rádio norte-americana, Tyson abriu mais uma vez o jogo e relatou outro drama vivido em sua infância. O lutador relatou um episódio de abuso sexual vivido quando tinha apenas sete anos de idade.

“Ele me pegou na rua. Eu era um garotinho… Ele era um homem mais velho. Ele me intimidou, abusou sexualmente de mim, essas coisas. Nunca mais o vi. Eu segui em frente com a minha vida. Não sei se isso mudou algo em mim ou não. Às vezes eu me lembro, às vezes não. Mas não me sinto humilhado ou envergonhado de falar sobre isso”, contou Tyson ao programa “Opie Radio”, da rádio “Sirius XM”. O ex-pugilista também revelou que por medo jamais prestou queixa à polícia.

A atribulada vida de Mike Tyson, profissional no boxe entre 1985 e 2005, foi recentemente relatada no livro biográfico “Verdade incontestável”, no qual conta, entre outras histórias, seu envolvimento com crimes na infância após a mãe ficar desempregada, as dificuldades por jamais ter conhecido seu pai biológico ou o homem que o registrou e um episódio com grande repercussão no qual revelou ter flagrado o ator Brad Pitt na cama com sua ex-mulher, e que o galã teria implorado para não levar uma surra após o ocorrido.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments