Dirlei ‘Mão de Pedra’ e Júnior Alpha conquistam cinturões do Jungle Fight

Com duas ex-BBBs como ring girls, evento contou com dois duelos por título

Martin La Maquina x Dirlei Mão de Pedra na luta principal do Jungle Fight 74. Foto: Divulgação/Jungle Fight

Martin La Maquina x Dirlei Mão de Pedra na luta principal do Jungle Fight 74. Foto: Divulgação/Jungle Fight

O Jungle Fight tem novos campeões. Na edição de número 74 do evento, realizado na noite deste sábado (29), em São Paulo, o meio-pesado Dirlei ‘Mão de Pedra’ e o peso médio Júnior Alpha bateram Matin La Máquina e Douglas Bertazini, respectivamente, para conquistarem os cinturões.

Além de dois combates por título, o Jungle Fight 74 ainda trouxe outra grande atração. Duas ex-BBBs como ring girls do evento. A vencedora do BBB 14, Vanessa Mesquista, e Aline Dahlen, também integrante da 14ª edição do reality, se juntaram à tradicional ring girl do evento, Geisa Vitorino.

Na luta principal da noite, Dirlei ‘Mão de Pedra’ venceu o clássico Brasil x Argentina contra Martin La Máquina.

O argentino começou o duelo acertando um direto em Dirlei. Rapidamente, o brasileiro se recuperou e agarrou o adversário junto à grade. Após alguns segundos de força, Dirlei conseguiu a queda e mateve-se a maior parte do round por cima, golpeando.

Dirlei voltou melhor para o segundo round e, logo no início, colocou novamente o argentino de costas no chão. A inatividade fez com que o juíz Alessandro Souza recomeçasse a luta em pé, mas de nada adiantou. O brasileiro tornou a encurralar o rival na grade e após duras joelhadas, conseguiu a queda. O gaúcho manteve-se por cima e terminou o round com amplo domínio.

Na última etapa, a vantagem de Dirlei foi ainda maior. Enquanto o argentino aparentava cansaço físico, o brasileiro continuava andando para frente e acertando bons golpes. Após mais cinco minutos de superioridade, Dirlei foi declarado vencedor, por decisão unânime, e ficou com o cinturão dos meio-pesados do Jungle Fight.

Júnior Alpha consegue nocaute e conquista cinturão

Natural de São Paulo, Douglas Bertazini contava com o apoio da torcida paulista, que lotou o Complexo do Ibirapuera. Porém, foi o baiano Júnior Alpha quem tomou a iniciativa no combate e, logo de cara, acertou um bom chute no corpo do rival. Em seguida, os dois trocaram alguns golpes até que um direto certeiro explodiu no rosto de Douglas, que bambeou. Sentindo o bom momento, Alpha foi para cima e com uma combinação pesada de socos levou o adversário à lona, a 1m06s do primeiro round.

Ensaio com Vanessa Mesquista

Confira abaixo os resultados do Jungle Fight 74:

Dirlei Mão de Pedra venceu Matin La Máquina por decisão unânime

Júnior Alpha nocauteou Douglas Bertazini, com 1m6s do 1R

Bruno Beirute finalizou Rodrigo Romano com um mata-leão, aos 2m11s do 1R

Jonathan Bombeiro finalizou José Armoa com mata-leão, com 2m55s do 1R

Bruno Lopes finalizou William Curaçá, com Katagatame, aos 3m06s do 1R

Zeca Predador venceu Alexandre Turquinho por decisão dividida

Quemuel Otoni venceu Carlos Guarda por intervenção médica, aos 2m57s do 3R

Vitor Super Boy venceu Júnior Suicida por decisão unânime

Zé Reborn Alexandre venceu Danilo Adrian por nocaute técnico, aos 42s do 3R

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments