Empresário garante que Nate Diaz recusou luta contra Edson Barbzoa | SUPER LUTAS

Empresário garante que Nate Diaz recusou luta contra Edson Barbzoa

Segundo Alex Davis, brasileiro aceitou desafio, mas irmão de Nick Diaz rejeitou a proposta do UFC

E. Barboza (foto) vem de duas vitórias consecutivas e é o 6º no ranking peso leve. Foto: Josh Hedges/UFC

E. Barboza (foto) vem de duas vitórias consecutivas e é o 6º no ranking peso leve. Foto: Josh Hedges/UFC

No início deste ano, Nate Diaz foi o centro de uma grande polêmica, após o presidente do UFC Dana White revelar que o peso leve se recusou a enfrentar o russo Khabib Nurmagomedov. Meses depois, Diaz volta a estar envolvido em uma história semelhante. Segundo o empresário Alex Davis, o irmão mais novo de Nick Diaz rejeitou uma proposta para enfrentar o brasileiro Edson Barboza.

Veja Também

“Era para o Edson Barboza lutar contra o Nate Diaz, mas o Nate não aceitou a luta. Nós não escolhemos adversários agora. Temos que vencer qualquer um que puserem em nossa frente. O que quer que eles façam, vamos lutar e vencer, não desafiamos este ou aquele cara”, disse o agente, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Apesar de reconhecer que Nate Diaz seria um bom adversário para Barboza, Davis se mostrou satisfeito com o duelo contra Bobby Green, vencido pelo brasileiro recentemente. “Tem essa luta entre o Rafael dos Anjos e o Nate Diaz e outras boas lutas agora também. Então, acho que o Barboza tem que lutar contra o vencedor de uma delas a seguir. Eu acho que o Diaz seria uma luta interessante para promover o Edson na mídia, porque ele (Barboza) não fala muito. Então, uma luta com o Nate Diaz seria boa neste sentido, mas Bobby Green também foi uma grande luta”, avaliou.

Aos 28 anos, Edson Barboza tem um cartel profissional de 15 vitórias e apenas duas derrotas. Atual sexto colocado no ranking peso leve, Edson vem de duas vitórias consecutivas, sobre Evan Dunham e Bobby Green. O brasileiro ganhou fama no início de 2012 após nocautear o britânico Terry Etim com um chute alto espetacular, que acabou premiado como o “Nocaute do ano” no World MMA Awards, o “Oscar do MMA”.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments