Diretor de comissão se diz irritado com Toquinho por segurar finalização contra Fitch

Contudo, órgão regulamentador diz que não punirá o brasileiro após combate do último sábado (13)

R. Toquinho (foto.) venceu J. Fitch no WSOF 16. Foto: Divulgação

R. Toquinho (foto.) venceu J. Fitch no WSOF 16. Foto: Divulgação

Rousimar Toquinho se envolveu em mais uma polêmica no último sábado (13). Em sua primeira defesa de título no WSOF, o brasileiro finalizou Jon Fitch logo no primeiro round e foi novamente acusado de segurar demais a finalização, mesmo quando o norte-americano já havia batido em desistência.

Veja Também

Com nova polêmica sobre finalização, Toquinho vence Fitch e mantém cinturão do WSOF
Vídeo: Assista à vitória de Toquinho sobre Jon Fitch no WSOF 16
Presidente do WSOF isenta Toquinho e diz que finalização sobre Fitch foi “limpa”

O presidente do WSOF, Ray Sefo, disse não ter visto nada de errado na finalização do brasileiro. A visão não é compartilhada pelo diretor executivo da Comissão Atlética da Califórnia, Andy Foster, responsável por regulamentar o evento. “Segurou por tempo demais? Sim, foi por tempo demais. Se eles tivessem dito que não foi, então eles estão brincando ou não estão falando a verdade. Foi além dos limites para todo mundo? Não. Se outra pessoa tivesse feito isso, nós não estaríamos tendo essa conversa. Ele tem um histórico nisso”, disse, ao site norte-americano “MMA Fighting”, lembrando da polêmica que fez o brasileiro ser demitido do UFC, quando segurou por muito tempo uma finalização contra Mike Pierce.

No entanto, Foster reconhece que o episódio não é suficiente para aplicar uma punição contra Toquinho. “Ele escolheu continuar por alguns segundos. Você pode dizer que foi no calor do momento – e eu já ouvi isso várias vezes por parte dele. Não acho que seja o suficiente para puni-lo ou algo do tipo. Mas foi no limite. Eu estou bastante irritado”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments