Ronda pega suspensão médica de seis meses após nocaute

Ex-campeã somente seria liberada antes caso apresente exame que descarte lesão; vencedora da noite, Holm pega suspensão mínima

Ronda (foto) é atendida no octógono logo após nocaute no UFC 193. Foto: Quinn Rooney/UFC

Ronda (foto) é atendida no octógono logo após nocaute no UFC 193. Foto: Quinn Rooney/UFC

Ronda Rousey poderá ficar um semestre inteiro afastada de atividade após sofrer um duro nocaute no UFC 193, no último fim de semana, em ocasião que lhe fez perder o cinturão peso galo feminino do Ultimate.

Veja Também

Ronda despenca em ranking do UFC após derrota
Vídeo mostra Ronda atordoada após nocaute
Ronda agradece apoio e promete se afastar do MMA, mas garante: ‘Vou voltar’

Segundo lista divulgada pelo UFC, a agora ex-campeã recebeu suspensão médica de seis meses, o que lhe deixaria afastada até maio do ano que vem. No entanto, Ronda poderia ser liberada antes disso caso apresente uma tomografia computadorizada em sua cabeça que descarte qualquer tipo de lesão. Neste caso, a norte-americana estaria apta a lutar novamente em 60 dias. Já Holm, grande vencedora da noite, pegou o afastamento mínimo, de apenas uma semana.

Quem também deverá ficar um longo tempo afastado é a campeã peso palha do UFC, Joanna Jedrzejczyk. A polonesa, que bateu Valérie Létourneau na luta co-principal na Austrália, quebrou sua mão durante o combate, e precisará ficar seis meses de molho.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments