Bisping dispara contra Anderson por doping: ‘Deveria se envergonhar’

Inglês, que enfrentará brasileiro em fevereiro, espera que ex-campeão passe por vários exames até o momento da luta

Bisping (foto) enfrenta Anderson em fevereiro. Foto: Josh Hedges/UFC

Bisping (foto) enfrenta Anderson em fevereiro. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Anderson enfrenta Bisping na luta principal do UFC Londres, em fevereiro
Anderson Silva mira reconquistar o cinturão: ‘Bisping será um grande teste’
Anderson parte como favorito nas apostas contra Bisping
Bisping provoca Anderson: ‘Nos vemos em Londres, mas deixe o viagra de fora’

Uma semana após o anúncio de sua luta contra Anderson Silva, Michael Bisping já “ligou a metralhadora” de provocações contra o brasileiro. O inglês, que mede forças contra o ex-campeão no dia 27 de fevereiro, em Londres, não perdoou os exames antidoping positivos de Anderson e fez várias críticas contra o rival.

Em seu combate mais recente, em janeiro de 2015, contra Nick Diaz, Anderson foi flagrado com substâncias anabolizantes e ansiolíticas tanto na noite na luta quanto em exames realizados durante o período de preparação. Por isso, o brasileiro perdeu a vitória sobre Diaz e recebeu uma suspensão de um ano.

Segundo Bisping, todo atleta que se dispõe a competir em artes marciais e ainda assim ingere substâncias proibidas deveriam se envergonhar. “Todos nós estamos perseguindo um sonho. Todos os lutadores têm o sonho de ser campeão, e isso se conquista através de trabalho duro e determinação. Anderson Silva testou positivo não para uma, não para duas, mas para três substâncias proibidas em seu organismo. Perdi muito respeito por ele devido a isso. Nunca tomei substâncias proibidas na vida, e quem faz isso deveria se envergonhar. Chamar a si próprio de artista marcial e tomar substâncias proibidas é uma das maiores contradições possíveis”, disparou o inglês, em entrevista coletiva telefônica para promover o combate.

Justamente pelos acontecimentos recentes, Bisping espera que “Spider” seja submetido a vários testes até o combate. “Quero que ele seja testado durante os treinamentos. Eu espero que isso aconteça. Espero que Anderson seja testado por várias vezes, porque isso deveria acontecer. Ele falhou em três exames”, lembra o lutador.

Anderson não vence no UFC desde outubro de 2012, quando bateu Stephan Bonanr no Rio de janeiro. De lá para cá, o ex-campeão perdeu duas vezes para Chris Weidman e teve o no-contest contra Diaz. Já Bisping vem de duas vitórias em sequência, contra CB Dollaway e Thales Leites.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments