Alberto Uda perde na estreia e zebra passeia pelo card preliminar do UFC Vegas

Brasileiro, campeão mundial de Muay Thai, foi nocauteado pelo rival Jake Collier; Já Brian Caraway surpreendeu o candidato a estrela Aljamain Sterling

J. Collier (dir.) derrotou o brasileiro A. Uda (esq.) no UFC Fight Night 88

J. Collier (dir.) derrotou o brasileiro A. Uda (esq.) no UFC Fight Night 88

O UFC Fight Night 88 começou quente. O evento, que acontece neste domingo (29), em Las Vegas, trouxe um card preliminar com zebra, derrota brasileira e triunfo de uma medalhista olímpica. O principal destaque no programa de abertura para o público brasileiro foi a surpreendente derrota o catarinense Alberto Uda, que foi nocauteado Jake Collier

Alberto Uda estreia no UFC com derrota

Veja Também

UFC Fight Night Las Vegas: Thomas Almeida x Cody Garbrandt – Resultados
Lutador do UFC sobrevive a acidente assustador de moto nos EUA
Wand ameaça Sonnen: ‘Posso te meter a mão na cara’

A estreia de Alberto Uda no UFC não foi da forma que o brasileiro esperava. Campeão mundial de Muay Thai, o catarinense sofreu no octógono com sua especialidade e acabou nocauteado por Jake Collier com um chute rodado no início do segundo round.

Uda até começou bem o combate e conseguiu acertar bons golpes no norte-americano. Com uma joelhada no clinche, o brasileiro balançou Collier, mas ele conseguiu seguir na disputa.

Apesar do bom início, Alberto Uda foi surpreendido de forma espetacular logo no primeiro minuto do segundo round. Jake acertou um belo chute rodado (veja o vídeo abaixo) na linha de cintura do brasileiro, que sentiu o ataque.

Collier aproveitou o momento e combinou socos, joelhadas e outro chute giratório para levar o catarinense ao chão. O brasileiro ficou encolhido no chão, recebeu outros golpes até o árbitro interromper a luta.

Vídeo do nocaute sofrido por Alberto Uda:

Caraway bate favorito Sterling e fica perto de cinturão

A zebra passeou no octógono durante o card preliminar do UFC Fight Night 88, em Las Vegas. Logo na segunda luta do show, Brian Caraway, namorado da campeã Miesha Tate, surpreendeu o candidato a estrela Aljamain Sterling, quebrou a invencibilidade do ‘mini Jon Jones’ e ficou próximo de uma disputa de cinturão.

Sterling, quarto colocado no ranking da divisão de galos, entrou no octógono invicto no MMA e provavelmente a duas vitórias do cinturão. Mas acabou alguns perdendo espaço após ser surpreendido por Caraway.

Apesar do revés, Sterling começou a luta com tudo e esteve perto da finalização no primeiro round. Ele começou o duelo com belos chutes rodados contra Caraway. Na sequência ele atacou as pernas e derrubou o rival. Com muita facilidade ele chegou às costas e buscou o estrangulamento. Caraway se defendeu como pôde.

No segundo round, porém, a história da luta começou a mudar. Caraway diminuiu a distância e colocou Sterling no clinch contra as grades.O namorado de Miesha Tate derrotou o rival e terminou a parcial nas costas, em busca do estrangulamento.

Na última parcial, Caraway repetiu a receita da parcial anterior. Ele rapidamente encurtou a distância e do clinch conseguiu a queda. Sterling conseguiu se levantar, arriscou uma joelhada rápida, porém, voltou ficar com as costas no solo. Sterling tentava atacar mesmo em posição desfavorável no solo, mas não conseguiu reverter a desvantagem até o gongo soar.

Ao final de 15 minutos de disputa, Brian Caraway ficou com o triunfo na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Medalhista olímpica se recupera no evento

Sara McMann espantou a pressão no final do card preliminar do UFC Fight Night 88. Medalha de prata nas Olímpia das de Pequim, em 2008, no wrestling vinha de duas derrotas consecutivas no show. Mas conseguiu impor seu jogo diante Jessica Eye e levou a fatura na decisão unânime dos juízes.

Logo no início da disputa, McMann evitou a luta em pé contra Eye e encurtou a distância em busca da queda. Ela derrubou a rival e fez seu jogo no solo, Apesar de não ser contundente com ataques ou tentativas de finalização, Sara mantinha o controle da rival no chão.

A história se repetiu nas parciais anteriores: Sara McMann derrubando Jessica Eye e mantendo a rival de costas no chão. A atuação das lutadoras arrancou, inclusive, algumas vaias do público.

Ao final de 15 minutos, vitória de Sara McMann na decisão unânime dos juízes.

Resultados do card preliminar do UFC Fight Night 88 – Las Vegas

Sara McMann derrotou Jessica Eye na decisão unânime dos juízes

Abel Trujillo derrotou Jordan Rinaldi na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Jake Collier derrotou Alberto Uda por nocaute técnico 1m06s do R2

Erik Koch finalizou Shane Campbell com um mata-leão a 3m02s do R2

Bryan Caraway derrotou Aljamain Sterling na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Adam Milstead derrotou Chris de la Rocha por nocaute técnico a 4m01s do R2

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments