Cyborg volta a provocar Ronda e diz que "quebraria" o rosto da rival | SUPER LUTAS

Cyborg volta a provocar Ronda e diz que “quebraria” o rosto da rival

Brasileira ironiza habilidades de Rousey em pé e diz que rival ’iria precisar de cirurgia no rosto após luta entre elas’

Cris (foto) voltou a provocar Ronda. Foto: Buda Mendes/UFC

Cris (foto) voltou a provocar Ronda. Foto: Buda Mendes/UFC

Cris Cyborg parece estar, definitivamente, disposta a enfrentar Ronda Rousey. Pelo menos é o que a brasileira dá a entender em suas declarações recentes. Após desafiar a norte-americana através de suas redes sociais, Cyborg afirmou que Ronda precisaria passar por cirurgias após um eventual duelo entre elas.

Veja Também

“Na minha última luta, eu quebrei o nariz da garota em três lugares. Com certeza se eu enfrentar a Ronda ela vai precisar de cirurgia no rosto depois da nossa luta. E eu não estou brincando – declarou a curitibana”, falou Cris, em entrevista ao programa “Speak for Yourself” (EUA).

Cyborg ainda reclamou por Ronda não a provocar, o que, para ela, representa que a ex-campeã do UFC está evitando o confronto. De quebra, ironizou um vídeo em que Rousey aparece fazendo treinamentos de manopla, colocando em xeque suas habilidades.

“A Ronda não diz nada. Ela sequer fala o meu nome. Ela usou o Dana White e a mãe dela para falar de mim, porque sabe que se disser meu nome terá que me enfrentar. Ela sabe. (…) Eu a vi fazendo sombra de boxe e a sombra venceu. Depois que o Mike Tyson perdeu uma luta por nocaute, ele nunca mais foi o mesmo. Talvez isso signifique que depois que a Ronda perdeu aquela luta, ela jamais será a mesma. Mas não porque ela nocauteia pessoas. Ela nunca fez isso”, concluiu.

No entanto, a julgar pelas declarações recentes de Dana White, presidente do UFC, o retorno de Ronda deve ser contra outra brasileira: Amanda Nunes, atual campeã peso galo. Ainda não há nada oficial, mas a expectativa é que o combate aconteça no início de 2017.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments