UFC diz que declaração de Werdum sobre Reebok é ‘inaceitável’

Brasileiro perdeu posto de comentarista do evento após reclamar da fornecedora de material esportivo do UFC

F. Werdum (foto) é o segundo colocado no ranking dos pesos pesados. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Werdum (foto) perdeu posto de comentarista do UFC . Foto: Josh Hedges

O UFC se pronunciou sobre a demissão de Fabrício Werdum do cargo de comentarista do evento após críticas a Reebok., fornecedora de material esportivo do evento.

Para a organização, as declarações do brasileiro contra um grande parceiro comercial foram ‘inaceitáveis’.

Veja Também

Site usa nome do UFC para vender esteroides
Werdum perde emprego de comentarista após criticas a Reebok
Após “curtir” protesto de Werdum, Aldo se desculpa com Reebok

“Devido aos comentários recentes de Fabricio Werdum, direcionados a um valioso parceiro do UFC, nós não iremos mais utilizar o Werdum nas transmissões do UFC na América Latina. Embora respeitemos o direito de os atletas se expressarem, julgamos que a maneira com a qual Werdum fez foi inaceitável. Essa decisão não influencia em sua condição de competir na próxima luta, agendada para 30 de dezembro”, dizia um comunicado do Ultimate, reproduzido pelo site do canal Combate.

O brasileiro, que era comentarista do  UFC na transmissão em língua espanhola, mostrou uma insatisfação com o valores pagos pela marca. Werdum revelou que chegava receber até US$ 200 mil da patrocínio, mas agora tem apenas US$ 5 mil da Reebok.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments