Werdum acredita que disputará o cinturão após bater Overeem

Ex-campeão dos pesados, Werdum está de olho em revanche com o campeão Miocic, que o nocauteou em maio de 2016

Werdum enfrenta Overeem no UFC 213 (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Werdum enfrenta Overeem no UFC 213 (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Sem lutar desde setembro de 2016, Fabrício Werdum se prepara para retornar ao octógono contra Alistair Overeem no UFC 213, dia 8 de julho, em Las Vegas (EUA). Apesar do tempo inativo, o ex-campeão dos pesados da organização acredita que uma vitória na trilogia contra o holandês será o suficiente para colocá-lo novamente em uma disputa de título contra Stipe Miocic, responsável por destronar o brasileiro do posto de campeão.

Veja Também

Cerrone se machuca e luta contra Robbie Lawler é retirada do UFC 213
Cyborg comemora nova adversária no UFC 214: ‘Tonya é mais empolgante’

“Está 1 a 1 (contra o Overeem). Finalizei ele na Kimura em 2006, foi uma boa luta, chamou a atenção, mas na segunda foi aquela luta morna que ninguém gostou, todo mundo vaiou, eu estava no overtraining, mas já passou. Está 1 a 1 e a gente vai fazer a ‘nega’ , que deve me levar para o título. O mais importante é a vencer, mas uma luta que impressione, terminando por nocaute ou finalização, me credencia a ir direto para disputa de cinturão. Sou o primeiro do ranking, então o mais certo seria essa revanche contra o Stipe Miocic em dezembro”, declarou o gaúcho, em entrevista ao site ‘Portal do Vale Tudo’.

Para a preparação do duelo, Werdum revelou que está treinando com um ‘sósia’ de Overeem. Trata-se do norte-americano Sean Johnson, que vem realizando sessões de sparrings com o brasileiro.

“Consegui dois sparrings bons, dois caras grandes. Como sempre faço, procuro sparrings que se assemelham ao meu oponente. Olha como são as coisas… um cara grande grandão chegou aqui na academia do nada, e o impressionante é que o cara é fortão igual ao Overeem na época ‘áurea’ dele. Então esse cara chegou do nada e já puxei ele para treinar comigo”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments