Evinger dispara: ‘Serei o maior desafio da carreira de Cyborg’

Tonya Evinger, campeã peso galo do Invicta, fará estreia no UFC no peso de cima em luta pelo título contra a brasileira

Evinger (foto) pega Cyborg (Foto: Reprodução/Facebook/Invicta Fighting Championships)

Evinger (foto) pega Cyborg (Foto: Reprodução/Facebook/Invicta Fighting Championships)

A peso galo Tonya Evinger fará o sacrifício de lutar na categoria de cima para estrear no UFC. Atual campeã da categoria até 61 kg. do Invicta, a norte-americana foi convidada a enfrentar Cris Cyborg pelo título peso pena do Ultimate, no UFC 214, em 29 de julho, e aceitou substituir Megan Anderson, adversária original da brasileira. E Evinger fez questão de mandar um recado para Cris, garantindo que será a luta mais difícil da carreira da ex-campeã pena do IFC.

Veja Também

Rival alega ‘problemas pessoais’ e Cris Cyborg tem nova adversária no UFC 214
Cyborg comemora nova adversária no UFC 214: ‘Tonya é mais empolgante’
Vídeo: Lutadora do UFC posa nua para revista americana

“Serei o maior desafio de Cris Cyborg até hoje. Não quero desmerecer as outras lutadoras, todas são muito boas. É só uma questão de estilo. Eu não sou covarde. Sei que é duríssimo encarar Cris Cyborg no peso-pena. Sei o que tenho pela frente, mas não me importo. Se eu recusasse essa luta, iria para casa e me arrependeria o resto da vida. Ficaria pensando: “Eu poderia ter vencido. Talvez, não sei. Talvez eu devesse ter aceitado a luta. Por que fui tão covarde? Era medo de lutar no peso-pena?” Essa não sou eu”, comentou Evinger, em entrevista ao programa de rádio norte-americano “Submission Radio”.

Animada com a estreia no peso pena, “Triple Threat” garante que os 66 kg. não serão problema para ela e garante que pode ser tão dominante quanto foi no peso galo, vislumbrando até uma carreira na nova divisão.

“Não estou dizendo que lutaria no peso-meio-médio, ou algo assim. Mas o peso-pena é uma realidade palpável para mim. Não é uma diferença tão grande para o peso-galo. Me acho muito dominante nos 61kg. Acho que consigo ser igualmente dominante no peso-pena e no peso-mosca”, garantiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments