Borrachinha provoca Brunson e se diz a duas lutas do cinturão

Brasileiro não gostou de ter sido acusado de usar esteroides pelo norte-americano através das redes sociais e falou de planos futuros

P. Borrachinha (foto) está na bronca com Brunson (Foto: Reprodução Instagram ufc)

P. Borrachinha (foto) está na bronca com Brunson (Foto: Reprodução Instagram ufc)

Após a vitória sobre Johny Hendricks no UFC 217 do último sábado (4), Paulo Borrachinha desafiou imediatamente Derek Brunson, que vem de triunfo, também por nocaute sobre Lyoto Machida. O norte-americano fez pouco do desafio do brasileiro e o acusou de estar usando esteroides. Pois a provocação não foi bem recebida por Borrachinha.

Veja Também

Empresário diz que Holm não irá mais lutar com Cyborg
St. Pierre volta em terceiro no ranking peso por peso do UFC
Thompson nega acerto de luta com Till: ‘Não me interessa’

Em entrevista ao programa norte-americano The MMA Hour, o peso médio disparou contra Brunson, chamando-o de mentiroso e garantindo que, se os dois se enfrentarem, ele irá apagá-lo, fazendo um trocadilho com seu apelido.

“Eu fui testado 15 vezes desde que assinei com o UFC, quatro delas no último mês. Então, quando não há mais o que dizer, vêm as desculpas. É isso que ele está fazendo agora, dando desculpas para não me enfrentar. Eu luto limpo. A USADA está aqui para todo mundo. Derek Brunson fala muita m… mas não vai lutar comigo porque ele tem medo (…) Eu quero enfrentá-lo porque ele é um wrestler, não tão bom quanto Hendricks, mas que joga da luta em pé também. Não tenho dúvidas de que irei apagá-lo. Mas não irei apagá-lo completamente porque você vai ficar famoso como mais uma vítima de um nocaute meu”, disparou o brasileiro, que se vê a duas ou três lutas de disputar o cinturão.

“Agora, sou o 15º, estou no ranking. Queria lutar com Brunson porque ele é o número sete. Eu quero um top-10. Agora luto com um top-10, na minha próxima luta, enfrento um top-5 e do top-5 posso ir para uma luta de cinturão. Acho que estarei lá em duas ou três lutas”, disse.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments