Dirigente da Comissão Brasileira de MMA é mais um a criticar Mario Yamazaki

Cristiano Sampaio, diretor-executivo da CABMMA, revelou que a luta entre Valetina x Pedrita deveria ter sido parada no segundo round

Valentina (dir.) não tomou conhecimento de Pedrita (esq.). Foto: Instagram / UFC

A polêmica luta entre Valentina Shevchenko e Priscila Pedrita ganhou mais um capítulo nesta terça-feira (06). Cristiano Sampaio, diretor-executivo da Comissão Atletica Brasileira de MMA (CABMMA), entidade responsável por sancionar o combate, criticou a atuação de Mário Yamazaki. Segundo o dirigente, o árbitro deveria ter interrompido o combate e evitado que a brasileira sofresse tantos golpes sem condições de se defender.

Veja Também

VÍDEO: Assista a finalização de Valentina Shevchenko sobre Priscila Pedrita no UFC Belém
Dana White critica árbitro Mário Yamasaki por luta entre Valentina e Pedrita: ‘Atuação de dar nojo’
Yamazaki ignora críticas de Dana White, mas reconhece erro em luta de Pedrita
Pedrita defende técnico de críticas e diz que lutaria com Valentina ‘mais dez vezes’

Através de um comunicado oficial da CABMMA, reproduzido pelo site note-americano MMA Junkie, Sampaio apontou os equívocos de Yamazaki na disputa. Segundo ele, a resistência de Pedrita não era motivo o suficiente para manter o castigo aplicado por Valentina sem a interrupção.

“Priscilla demonstrou resistência e coração durante os dois rounds, mas essas são duas atitudes que não devem interferir ou confundir o árbitro quando se trata de parar a luta. No primeiro roound, nos últimos minutos, ficou claro que a Priscilla não podia se defender de forma eficiente.  No segundo round, da mesma forma, mas Priscilla não recuperou fisicamente o suficiente do assalto anterior para demonstrar sua chance contra Valentina, a luta deveria ter sido interrompida nos momentos iniciais”, disse, Sampaio.

Críticas e elogios

Cristiano Sampaio é apenas mais um a apontar o erro de Yamazaki na disputa. Além dele, Dana White, presidente do UFC, chegou a dizer que o mediador não deveria voltar a arbitrar no octógono. Porém, o diretor da CBMMA, no mesmo comunicado, fez questão de enaltecer o histórico de Mário no MMA.

“Mario Yamasaki foi um dos melhores árbitros do MMA durante a última década e desempenhou um papel fundamental ao ajudar nossa comissão a construir seu time de funcionários. Vamos discutir os próximos passos juntos e decidir o que é certamente melhor para todas as partes envolvidas no processo”, encerrou.

Notícias relacionadas