Esquiva Falcão vence por nocaute e garante revanche olímpica

Boxeador brasileiro derrota francês Salim Larbi no primeiro round e se credencia para lutar o título mundial da WBA contra algoz de Londres 2012

Esquiva vence no 1º round e se credencia para revanche Olímpica. Foto: Flávio Perez

Foi mais rápido que o esperado! O brasileiro Esquiva Falcão precisou de pouco mais de dois minutos para nocautear o francês Salim Larbi e emplacar sua 20ª vitória como pugilista profissional. O combate aconteceu na noite deste sábado (10), no StubHub Center, em Carson (EUA).

Veja Também

Campeão do UFC revela que irá ajudar Mayweather a treinar MMA

Logo no início da luta, o brasileiro acertou dois golpes na linha de cintura do francês, que sentiu a mão esquerda de Esquiva. Larbi teve uma queda, mas não resistiu a mais uma investida e o árbitro encerrou o combate, decretando o nocaute técnico a 2m09s do primeiro assalto.

“Fiz o que estava programado. Lógico que não esperava acabar logo no começo, mas vi que poderia nocautear e fui pra cima dele”, contou Esquiva Falcão ainda no ringue.

Vitória e chance por cinturão em esperada revanche

Após confirmar sua vigésima vitória como profissional, o capixaba ganhou o direito de palco de lutar pelo título mundial da WBA (Organização Mundial de Boxe, na siga em inglês) contra o japonês Ryota Murata. O rival foi algoz de Esquiva na polêmica final olímpica de Londres 2012.

“Agora vou buscar o que é meu! O cinturão da WBA e a medalha olímpica de ouro de 2012. Estou muito feliz pelo resultado e pela forma agressiva que lutei”, disse o brasileiro.

Apesar de ainda não ser oficial, o combate entre Ryota Murata e Esquiva Falcão deve acontecer no mês de julho, em Las Vegas (EUA).

Notícias relacionadas