Vídeo: Lutador sobe em rival para comemorar ‘autonocaute’ e perde por desqualificação

Drew Chatman e Irvins Ayala, que estreavam no MMA, proporcionaram esse momento bizarro no LFA 36

Chatman e Ayala proporcionaram uma lut inusitada no LFA 36. Foto: Reprodução / Twitter

Lutas envolvendo atletas novatos no MMA costumam proporcionar situações inusitadas, mas Drew Chatman e Irvins Ayala foram além. Os lutadores, que estreavam na modalidade, proporcionaram uma situação bizarra no evento LFA 36.

Veja Também

Bibiano Fernandes bate Nguyen, defende cinturão do One e frustra ascensão do rival
Três disputas de cinturão e muitas possibilidades de lucro: confira os prognósticos para o Cage Warriors 92

O problema começou quando Ayala ‘se nocauteou’. Ele ergueu o rival, mas ao jogá-lo contra o solo, bateu a cabeça no joelho de Drew e apagou. Não bastasse isso, Chatman que viu a vitória cair em seu colo, devolveu a gentileza ao adversário. Quando ele foi comemorar o triunfo, Chatman resolveu subir no adversário apagado para dar um salto mortal. O árbitro não gostou da atitude e desqualificou o lutador por conduta antidesportiva (assista a cena abaixo).

Brasileiros são derrotados

Além da luta com desfecho inusitado, o programa de lutas do LFA 36 trouxe três brasileiros em ação, que acabaram derrotados: Vinicius Zani foi nocauteado por Ricky Simon, em luta válida pelo cinturão dos galos; Guilherme Faria foi superado por Jamall Emmers, enquanto Ricardo Seixas foi caiu diante  Christian Aguilera.