Pré-candidata Marina Silva desdenha UFC, mas reconhece equívoco

Após centenas de mensagens criticando a declaração sobre o o UFC ser uma especie de 'briga sem regras', presidenciável reconheceu o equívoco

Marina Silva entrou em polêmica com fãs do UFC. Foto: Reprodução / Twitter

Pré-candidata à Presidência do Brasil, Marina Silva se envolveu em uma polêmica nesta quinta-feira (13) com os fãs do UFC. Ao tentar dizer que faria uma campanha ‘limpa’ sem mentiras, ela acabou citando o UFC como uma especie de ‘briga sem regras’.

Veja Também

Em menos de um minuto, McGregor negocia acordo e deve voltar ao tribunal dia 26 de julho
Imagem forte! Rockhold mostra perna lesionada após cirurgia

“Eleição não é UFC. Não vou falar uma mentira do Ciro, do Alckmin ou do Bolsonaro. Eu quero ganhar ganhando”, escreveu Marina em sua conta no Twitter.

A postagem gerou uma revolta de vários fãs e profissionais ligados ao esporte. A faixa-preta e comentarista do canal Combate, Kyra Gracie, respondeu a presidenciável pelo REDE.

“Uma pena vc ter essa visão estereotipada sobre o MMA. Nosso esporte tem regras”, escreveu.

Após milhares de mensagens com duras críticas, Marina preferiu encerrar a polêmica e reconheceu que o ‘uso da metáfora UFC’ não foi adequado.

“O uso da metáfora do UFC pode ter dado um sentido equivocado. Esse não era o objetivo. O UFC é um esporte reconhecido pela alta competitividade e com regras claras. Na política nem sempre as regras da disputa são tão claras”

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário