Ex-campeão mundial de boxe é acusado de estupro nos EUA

Victor Ortiz, ex-dono do cinturão dos meio-médios pelo Conselho Mundial de Boxe, responde por três acusações na Califórnia

Ortiz (dir.) responde na Justiça dos EUA. Foto: Reprodução / Instagram

Ex-campeão dos meio médios pelo Conselho Mundial de Boxe, o norte-americano Victor Ortiz está com graves problemas com a justiça de seu país. O lutador foi acusado de estuprar uma mulher, em março, na cidade de Oxnard, na Califórnia. A polícia da cidade revelou que ele se entregou na noite de terça-feira (25).

Veja Também

Mauricio Shogun busca recuperação contra Tyson Pedro no UFC Adelaide
Herb Dean será árbitro do confronto Khabib x McGregor no UFC 229

Após ser detido, Ortiz pagou uma fiança de US$100 mil, cerca de R$402 mil na cotação atual, e responderá o processo em liberdade. Ele enfrenta acusações de estupro, sexo oral forçado e penetração digital forçada. O julgamento está previsto para acontecer em 10 de outubro.

Sem entrar em detalhes sobre a acusação, o lutador usou sua conta no Instagram para postar uma frase do poeta Miguel de Cervantes: “A verdade se elevará acima da falsidade como o óleo acima da água”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Victor Ortiz (@itsvortiz) em

Luta Marcada

Apesar do grave problema com a justiça, Victor Ortiz não esquece sua carreira. O norte-americano tem luta marcada para o próximo sábado (29) contra John Molina, em Ontário, nos Estados Unidos.Em sua última luta, em fevereiro deste ano, ele empatou com o compatriota Devon Alexander.

Carreira em Hollywood

Além de atuar dentro do ringue, Victor Ortiz também já construiu sua carreira como ator. O atleta atuou no filme  “Os Mercenários 3” e na série “Ray Donovan”, além de participar do programa de TV “Danicing with the Star”, em 2013.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário