Cris Cyborg terá audiência de apelação no dia 9 de abril

Suspensa preventivamente do MMA há pouco mais de um mês após teste antidoping apresentar resultado positivo para o esteroide anabolizante estanozolol, Cris Cyborg poderá apelar da decisão. A Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC, na sigla em inglês), entidade que suspendeu a brasileira, marcou para o dia 9 de abril uma audiência na qual a campeã da categoria pena do Strikeforce tentará minimizar a sentença.

O diretor-executivo da CSAC George Dodd confirmou a notícia da audiência ao site americano MMAjunkie. A comissão suspendeu a brasileira, além de ter aplicado uma multa de 2.500 dólares. Cyborg desde então se diz inocente quanto ao uso de anabolizantes.

Cris Cyborg foi suspensa após vencer a japonesa Hiroko Yamanaka no “Strikeforce: Melendez vs. Masvidal”, em dezembro, em combate que valia o cinturão feminino da categoria dos penas no Strikeforce. Além da suspensão e da multa, a comissão californiana reverteu o resultado da luta para no contest. A Zuffa, empresa que é dona do Strikeforce, ainda não decidiu se vai deixar vago o cinturão de Cyborg.

Foto: Esther Lin/STRIKEFORCE

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
jurandir venancio justino
jurandir venancio justino
8 anos atrás

Muito bom que tenham marcado essa audiencia, dara a Cris o direito de defesa, ja que por orientacoes erroneas ela acabou sendo prejudicada, e so ver o cartel dela, nunca precisou usar qualquer tipo de droga, o corpo dela sempre foi avantajado e a constituicao ossea dela sempre foi o diferencial de outras mulheres, e so assistir a primeira luta dela, e veram que nao tem muita diferenca a nao ser a pratica e a experiencia e naturalmente com treinamentos mais intensos logicamente que a massa muscular tende a aumentar.Como na verdade querem acabar com essa categoria por nao encontrarem… Read more »