Cris Cyborg pede revanche e reclama de Amanda como ‘a maior da história’

Abatida, Cyborg falou na sala de imprensa com os jornalistas após a derrota para Amanda Nunes; Ela já mira no reencontro com a rival baiana

Cyborg perdeu para Nunes no UFC 232. Foto: Reprodução / YouTube @ufc

Cris Cyborg subiu no octógono montado em Los Angeles (EUA) para o UFC 232, cotada como ampla favorita para defender o cinturão peso pena feminino. Mas em apenas 51 segundos, a paranaense viu uma longa invencibilidade de 13 anos e 21 lutas cair por terra diante da compatriota Amanda Nunes. Na entrevista coletiva após o evento, Cris não perdeu tempo e já mira na revanche contra a algoz baiana.

Veja Também

Amanda Nunes nocauteia Cris Cyborg, conquista o segundo cinturão e faz história no UFC 232
Atriz Halle Berry parabeniza Amanda Nunes por vitória no UFC 232
VÍDEO: Assista o nocaute de Amanda Nunes sobre Cris Cyborg no UFC 232
Amanda Nunes fatura bônus de ‘Performance da Noite’ do UFC 232

“É lógico que desejo a revanche. Se você perde, quer isso. Se não gostasse de lutar, não faria”, afirmou Cris na sala de imprensa.

Ainda durante a coletiva, Cyborg que era tida quase que de forma unânime como a maior lutadora de todos os tempos, ouviu que Amanda sumiu o posto de melhor da história. A ex-campeã faz questão de elogiar Nunes, mas pondera sobre a mudança no posto de ‘maior de todas’

“Eu perdi duas vezes, ela perdeu quatro. Precisa não perder mais para ser a melhor da história. É claro que ela fez muito pelo esporte. Batalhou. Não teve o valor que deveria. Tomara que ela conquiste isso agora. Quem sabe não fui usada por Deus para abençoá-la”, completou.

Cyborg ainda fez a comparação com a primeira derrota que sofreu na carreira, em sua estreia profissional contra Erica Paes. Ela garante que o revés a fará voltar para a academia e treinar ainda mais.

“Era tudo novo na primeira vez. Não me afetou naquela época. É assim no esporte. Um dia perdemos, ganhamos em outro. Perdi, agora é voltar na academia e treinar. Não me afeta. Só me fará melhorar cada vez mais”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário