Jessica Penne explica saída do UFC Phoenix

Na manhã de domingo (17), a peso palha sofreu uma torção no tornozelo direito, após ser avaliada pelos médicos da organização, foi retirada do card

J. Penne torceu o tornozelo na manhã de domingo (17). Foto: Reprodução/Instagram @jessicapenne

O Ultimate pela segunda vez seguida perdeu um lutador poucas horas antes do início de um evento. O campeão dos médios, Robert Whittaker foi diagnosticado com uma hérnia abdominal, passou por uma cirurgia de emergência e teve de ser retirado da luta principal do UFC 234 no sábado (09). Na manhã de domingo (17), véspera do UFC Phoenix, Jessica Penne sofreu lesão e sua luta contra Jodie Esquibel foi cancelada.

Veja Também

Ngannou frustra retorno de Velasquez e vence ex-campeão em 26 segundos no UFC Phoenix
VÍDEO: Veja o nocaute de Francis Ngannou sobre Cain Velasquez no UFC Phoenix

Por meio de seu Instagram, Jessica contou que sofreu uma torção no tornozelo direito e foi obrigada a deixar o card. Durante treino leve na manhã do evento, Penne acabou virando o tornozelo com todo o peso dela e de um parceiro de treinamento. Ela esperava que não fosse algo tão sério, mas foi avaliada pelos médicos e ficou fora do UFC Phoenix.

“Não tenho muitas palavras para descrever as minhas emoções neste momento. Gostaria de pedir desculpas à minha adversária, Jodie Esquibel, e à equipe dela, por nossa luta não acontecer. Lamento muito, de verdade, Jodie. Fui fazer um treininho leve nesta manhã e estava fazendo algumas sequências básicas de exercícios, quando virei meu tornozelo com todo o peso do meu corpo e do meu parceiro de treino. Eu imediatamente apliquei gelo e estava esperando que não fosse tão sério, mas logo ficou óbvio que era uma torção forte. A equipe médica do UFC, ao lado de Sean Shelby, esteve no meu quarto, e a decisão de que eu não poderia lutar foi tomada junto com a minha equipe. Tive uma torção grau 2 e vamos saber mais (sobre a lesão) após exames de Raio-X. Estou inconsolável, sei que Jodie deve estar também. Espero que a luta entre nós possa ser reagendada o mais rápido possível. Obrigado a todos pelo apoio: significa mais do que vocês imaginam”, postou Jessica.

Penne disputou o cinturão dos palhas em junho de 2015 no UFC Berlim, quando foi nocauteada pela campeã Joanna Jedrzejczyk no terceiro round. Desde então, Jessica fez duas lutas e foi derrotada por Jessica Andrade e Danielle Taylor. Se sofresse um novo revés para Esquibel no UFC Phoenix, a lutadora poderia ser demitida no Ultimate.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

I don’t have a lot of words to describe my emotions at the moment. I want to apologize to my opponent @jodieesquibel and her camp for this fight not happening today. I’m truly very sorry Jodie. I went to do a small shakeout this morning and was working some basic drills when I rolled my ankle with the full weigh of my body and my training partners. I immediately iced it and was hoping that it wouldn’t be that bad but it became obvious very quickly that this was a bad sprain. The ufc medical team along with Sean Shelby came to my room and the decision was made along with my team that I couldn’t fight. I have a grade 2 sprain and will know more after x-rays. I’m heart broken and I know Jodie must be as well. Hopefully Jodie and I can be rebooked ASAP. Thank you to everyone for the support, it means more than you know.

Uma publicação compartilhada por Jessica Penne (@jessicapenne) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments