Comissão da Califórnia aprova exceção para uso de maconha e testosterona em lutadores

Nick Diaz (foto) foi pego pela Comissão de Nevada por uso de maconha no UFC 143

Conhecida por seu rigor nos julgamentos de doping, a Comissão Atlética da Califórnia aprovou uma polêmica regulamentação para os combates realizados no Estado. A entidade ratificou uma emenda que permite exceções de uso terapêutico de substâncias proibidas para os atletas, incluindo a terapia de reposição de testosterona e o uso de maconha medicinal.

Segundo a revista americana “Sports Illustrad”, a emenda segue processo de exceção que a Agência Mundial Antidoping (Wada) usa para atletas olímpicos, e só será aplicada “medicamentos necessários para manter a saúde e não obter uma vantagem injusta sobre seu adversário em uma luta”.

Porém, antes de entrar em vigor, a emenda ainda tem de ser revista e votada pela Filial de Lei Administrativa para ser oficializada. E esta votação pode levar até anos para acontecer.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário