Presidente do Strikeforce explica porque Jacaré foi preterido na disputa de cinturão

O brasileiro Ronaldo Jacaré era o mais cotado para disputar o cinturão dos pesos médios do Strikeforce contra o campeão Luke Rockhold. Mas para surpresa de muitos, a organização surpreendeu e anunciou Lorenz Larkin como o próximo desafiante.

Após receber várias críticas pela escolha, o presidente do evento, Scott Coker, explicou porque preteriu o atleta tupiniquim e escolheu Larkin como postulante ao título.

“Se você olhar para o cartel de Lorenz Larkin quando ele estava lutando nos meio-pesados, ele teve somente uma derrota diante de King Mo, que testou positivo no doping, modificando a luta posteriormente para “No Contest” (sem resultado), então ele tem um cartel invicto”. disse o dirigente.

“Ele teve uma performance muito impressionante contra Robbie (Lawler). Quando nós falamos sobre Jacaré enfrentar Rockhold (após a luta), eu não tinha tido a chance de falar com Sean ainda e saber o que ele estava pensando”, completou Coker, em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie.

De acordo com o mandatário, Jacaré é o próximo na fila e poderá vingar a derrota para Rockhold, que aconteceu em setembro do ano passado, por decisão unânime.

“Eu sei que Sean está em contato com a equipe de Jacaré. A questão realmente é que temos algumas coisas acontecendo. Sean está assinando com mais atletas a cada dia e está procurando os melhores lutadores para entrar e competir com os caras que temos. Embora Jacaré, em minha mente, depois de Lorenz agora, ele será o próximo na fila para disputar o cinturão”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário